6 de julho de 2009

SECRETARIA DO SUL É UM GRANDE CABIDE DE EMPREGO FANTASMA

A secretaria do sul do Maranhão continua como um grande cabide de emprego, fato que os sarneystas da cidade de Imperatiz e regiao, condenavam jeovaalvesno governo jackista. A coisa se repete. Se o secretário Ademar Freitas decidir reunir seus assessores, terá que solicitar o auditório do Colégio Dorgival Pinheiro que fica bem próximo, devido ao grande número de auxiliares presentes na folha. Sem contar que precisa avisar os interessados com antecedência, pois muitos moram nos municípios vizinhos e nem sempre comparecem ao local de trabalho. No tempo de Jackson Lago, eram nove os motoristas nomeados, sendo que a secretaria não dispunha de veículos. E agora, quantos e quem são os nomeados? Ex-prefeitos, ex-vereadores e ex-secretários dependurados na teta gorda do governo roseanista.
Pimenta no rabo dos outros é refresco, os jornalistas sarneystas agora não dizem nada sobre o "grande cabide", talvez conseguiram uma daquelas tetas menores.

O ex-preito de Açailândia, Jeová Alves de Sousa, tomou posse na terça-feira, 9, como mais um dos 10 ou 15, secretário-adjunto da Secretaria de Estado Extraordinária do Desenvolvimento do Sul do Maranhão. Ou mais conhecida como Cabide fantasma Após a solenidade de posse, realizada no Palácio Henrique de La Rocque, o secretário e assua dúzia de adjuntos participaram de almoço com o governador em exercício, João Alberto.

--- ---