8 de dezembro de 2010

Rubens Júnior destaca evento de combate à corrupção

Lenno Edroaldo
Agência Assembleia
O Dia Internacional contra a Corrupção e as ações que envolvem a data foram os assuntos destacados pelo deputado Rubens Pereira Júnior (PCdoB) na manhã desta terça-feira (7), na Assembleia Legislativa. Segundo o parlamentar, o combate à corrupção é um dos pilares para o desenvolvimento das democracias brasileira e mundial.
No Maranhão a data será celebrada no dia 9, quando a unidade regional da Controladoria Geral da União (CGU) preparara atividades com foco no incentivo à participação da sociedade no controle dos gastos públicos.
“É uma oportunidade também para chamar a atenção da sociedade maranhense sobre a importância dos valores éticos da cidadania e da participação política, pois combater a corrupção não é apenas um trabalho dos órgãos de fiscalização, mas de todos nós”, justificou o parlamentar.
SAIBA MAIS
A data é uma referência a assinatura da Convenção das Nações Unidas contra a Corrupção ocorrida na cidade de Mérida (México). A proposta de criação do dia internacional foi apresentada pela Delegação brasileira à época da votação da Convenção. Foi nesse dia, no ano de 2003, que mais de 110 países assinaram a Convenção, entre eles o Brasil. O Congresso Nacional Brasileiro aprovou o texto da Convenção em maio de 2005. No dia 31 de janeiro de 2006 a Convenção foi promulgada passando a vigorar no Brasil com força de lei.
No Estado, o Dia Internacional contra a Corrupção será celebrado das 14h às 21h, quando a CGU promove, na Praça Nauro Machado, no Reviver, a distribuição de cartilhas e apresentação de artistas locais. O evento é aberto à participação de todos os interessados.
Em todas as unidades regionais da CGU serão realizadas palestras e ações de capacitação, para as quais foram convidados membros dos conselhos de controle social, que acompanham nos municípios as ações e resultados do programas federais, e os líderes locais. Os eventos contarão com a participação de representantes do Ministério Público Federal, dos Ministérios Públicos Estaduais, do Departamento de Polícia Federal e do Tribunal de Contas da União.
--- ---