DAYANE LIMA NUTRICIONISTA

DAYANE LIMA NUTRICIONISTA

17 de janeiro de 2011

Presidente do PR é assassinado em Davinópolis

O presidente do diretório municipal do Partido da República (PR), José Maranhão, foi assassinado ontem à noite (21h45) na porta da sua residência localizada na Avenida Davi Alves Silva, no Centro.

De acordo com informações, o atirador chegou a pé, avistou José Maranhão e disparou vários tiros, atingindo-o mortalmente. Agonizando, o vereador Julimar Hilarino (PTB) ainda tentou prestar socorro, levando a vítima ao Hospital Municipal de Imperatriz (HMI), o Socorrão.


O atirador, após cometer o crime, saiu correndo e fugiu com apoio de um comparsa que o aguardava logo mais a frente. A Polícia Militar foi acionada e faz diligências no sentido de identificar e prender os envolvidos no assassinato de José Maranhão.


O crime ocorreu a menos de cem metros da residência do prefeito da cidade, Francisco Pereira Lima, o Chico do Rádio, e do presidente da Câmara Municipal, Josélio do Rádio, na principal avenida de Davinópolis.


O motivo do assassinato ainda não foi revelado. José Maranhão apoiou a candidatura à reeleição do deputado federal Davi Alves Silva Júnior (PR-MA).


O corpo de José Maranhão está neste momento no IML (Instituto Médico Legal) na cidade de Imperatriz, devendo ser liberado nesta segunda-feira (17) para o velório e sepultamento.


Dois delegados estão em Davinópolis


A reportagem apurou que dois delegados foram acionados pela delegacia regional de Imperatriz e estão neste momento fazendo os levantamentos sobre o assassinato do presidente do PR, José Ferreira Nunes, o José Maranhão.


Peritos do Instituto de Criminalística (Incrim) estão fazendo uma verdadeira varredura no veículo de José Maranhão. Há informações que foram encontradas cápsulas de balas no interior do veículo da vítima.


O serviço de inteligência da Polícia Civil também participa das investigações, levantando as características dos elementos que participaram do crime.


Por Gil Carvalho (Tribuna do Tocantins)