3 de fevereiro de 2011

Fazendeiro e filhos acusados de duplo homicídio em Açailândia são transferidos para São Luís


Investigação policial encontra 2 corpos enterrados em covas rasas em uma fazenda da região de Maracassumé
Por Antonio Maria

Numa Operação denominada “Gurupi” uma equipe de policiais do COMEN com o apoio da polícia civil de Açailândia, coordenada pelo delegado regional Vital Rodrigues, prenderam na tarde da última sexta-feira(28), por volta das 17 horas, o fazendeiro Aderson Veras Araújos e seus dois filhos Marcione Silva Araújo e Francisco Maciel Silva Araújo. Todos moradores de Açailândia. O pecuarista é morado de Açailândia há mais de 35 anos.

Sobre ele, pesa a acusação de ter praticado um duplo homicídio na cidade de Maracassumé(MA), no ano de 2008, além de tortura e ocultação de cadáver. De acordo com informações policiais, os dois filhos de Aderson Veras também participaram dos crimes transportando os corpos em um veículo, bem como na ocultação. Logo após a prisão dos três acusados, a polícia pôde encontrar os restos mortais (ossadas) das vítimas que foram enterradas em covas rasas em uma fazenda da região de Maracassumé.


A prisão ocorreu em cumprimento a um mandado de prisão expedido pelo juiz da comarca do mesmo município onde aconteceu o crime. À época dificultar o reconhecimento das vítimas, os criminosos atearam fogo nos corpos das vítimas com gasolina e pneus velhos. De acordo com informações de uma testemunha, o crime foi motivado pelo não pagamento dos direitos trabalhistas das duas vítimas, uma vez que Aderson era proprietário de carvoarias na região.


Outras informações dão conta, que o fazendeiro já havia sido indiciado pela Polícia Federal pelo crime de trabalho escravo. Outros mandados de prisão de mais seis pessoas envolvida no bruto assassinato devem ser cumpridos nos próximos dias em outras cidades do Maranhão e nos estados do Pará e Piauí.


A prisão dos envolvidos repercutiu a nível nacional, em matéria exibida no programa do Fantástico no último domingo(30), quando a TV Mirante de Açailândia deu cobertura completa na operação policial.


Por medidas de segurança, Aderson Veras Araújo e os dois filhos foram transferidos para a Penitenciária de Pedrinhas em São Luis, aonde ficarão a disposição da justiça.

FONTE: PORTALMA VEJA AQUI
--- ---