19 de março de 2011

açailandia: câmara municipal aprova prefeito contrair emprestimo de 20 milhões de reais!


Açailandia - Na ultima seção da câmara municipal de Açailandia, foi aprovado um projeto do executivo que pedia autorização a casa de “leis”, no sentido de autorizar o município a contrair um empréstimo de R$20, 000, 000,00 (vinte milhões de reais).

Se o valor integral desse montante fosse  empregado em obras que realmente viesse a melhorar a vida da população, a  administração municipal estaria de parabéns.

Mas pelo que se  tem demonstrado a administração do (PSDB) neste segundo mandato, talvez seja mas (20 milhões) que possivelmente entrarão pelo ralo da corrupção! Já que a atual composição da câmara municipal de açailandia não tem poder moral para fiscalizar o executivo! Pois 99,99% dos vereadores rezam na cartilha do prefeito.

Na opinião deste Blogueiro, essa foi à seção, mas difícil para o vereador Juscelino oliveira! Pois o mesmo ficou em uma sinuca de “bico”, se correr o bicho pega, se ficar o bicho come.

A preocupação do vereador Juscelino, não e apenas em o município contrair o endividamento, mas sim: como seria empregado esses recursos! e também o destino final do mesmo.

O editor deste Blog,  entende a posição do vereador Juscelino Oliveira, pois o mesmo e o único parlamentar que estar servindo de vitrine para a população.

Se por um lado Oliveira de inicio não era a favor da aprovação do empréstimo, por outro lado, o mesmo queria saber apenas  mas detalhes minuciosos sobre tal, coisa que não foi aceito pelos colegas que dão sustentação ao prefeito.

Daí então só restava “duas” alternativas para Juscelino Oliveira, ou votava contra, e seria massacrado negativamente pelos adversários e pelos órgãos de imprensa chapa branca.

Ou votava a favor e teria menos desgastes político tanto pelos adversários políticos, bem como os veiculo de comunicação chapa branca.

Por esse motivo usei a expressão, “se correr o bicho pega, se ficar o bicho come”.

Juscelino votou a favor, mas sempre vai ficar na cabeça do mesmo um ponto de  interrogação.

Depois de aprovado o projeto, estão falando que cabe a câmara fiscalizar! Mas como fiscalizar? Se a câmara municipal de Açailandia estar ligada diretamente a prefeitura, e não tem independência politica.

Seria como se alguém colocasse uma “raposa para cuidar de um galinheiro”. Pois antes de se realizar qualquer obra, podem ter certeza, que os consórcios de empresas para ganhar a licitação já esta tudo preparado.

E mais, se você empresário de Açailandia, estar pensando em conseguir algum contrato, podem tirar o “cavalinho” da chuva, pois as empresas da cidade, que aqui geram empregos, e paga seus impostos, não têm a mínima chance com essa administração.
--- ---