16 de março de 2011

Jovem Açailandense morre em acidente da BR 010

              
            O acidente deixa uma vítima fatal e outra ferida gravemente


Uma pessoa morreu e outra ficou ferida em estado grave em um acidente que aconteceu por volta de 11h50 dessa terça-feira (15) na BR-010, próximo ao Povoado 1700, distante 25 quilômetros de Imperatriz.

No acidente, que envolveu a caminhonete L-200, cor prata, placa LTM-0745 Goiânia, e uma carreta Volvo, morreu Marcos Pires Ribeiro, que teve morte instantânea após ter sacado da caminhonete, e o condutor, que também foi sacado, sobreviveu, mas se encontra gravemente ferido no Hospital Municipal de Imperatriz, o Socorrão.

Segundo a Polícia Rodoviária Federal (PRF), a caminhonete trafegava sentindo Açailândia/Imperatriz, enquanto a carreta, que era conduzida pelo caminhoneiro José João Rodrigues, 46 anos, que estava com um carregamento de defensivos agrícolas que seria deixado em Paragominas-PA, trafegava em sentido contrário. O caminhoneiro saiu ileso.

Em entrevista a O PROGRESSO, o caminhoneiro José João disse que observou quando a caminhonete desgovernada invadiu a pista contrária e vinha em sua direção. Chovia muito no momento do acidente. "Nesse momento, tentei segurar a carreta nos freios, mas a caminhonete, que vinha em altíssima velocidade, bateu forte", disse o caminhoneiro.

Com o choque, a caminhonete capotou várias vezes e caiu em um aterro, sendo que os dois ocupantes foram sacados. A vítima fatal, Marcos Pires Ribeiro, caiu embaixo da carreta, no segundo eixo, e ainda foi arrastada. Segundo o caminhoneiro José João Rodrigues, ele já caiu morto e só não foi esmagado porque a carreta já estava praticamente freada.

O corpo de Marcos Pires Ribeiro foi removido para o Instituto Médico Legal (IML), onde se encontra à espera de familiares para ser liberado.

Pouco restou da caminhonete, que ficou destruída, inclusive com o chassis partido ao meio, o que definiu que o choque foi bastante violento.

Veja o vídeo (ATENÇAO) mesmo com efeito de desfocagem as imagens são fortes:



--- ---