Açailândia: Cultura Popular Caiu no Esquecimento Pelo Poder Publico!


Açailândia - O cantor e compositor Açailândense Moacir Fernandes, em contato com o Blog do Nilton Sumiu, mostrou sua indignação ao hoje deputado Federal Helio Santos (PSDB), onde na época do acontecido, Helio Santos exercia a função de presidente da câmara municipal de Açailandia.


Segundo o cantor, em 02/10/2007, o mesmo estava cursando letras, na (UEMA) Universidade Estadual do Maranhão, campus universitário de Imperatriz, quando recebeu um pedido de Helio Santos, para que o mesmo enviasse um clipe de sua autoria, intitulada “paisagem solidão” onde Fernandes fez uma bela homenagem a varios personagens historicos, que  contribuíram com o desenvolvimento de nossa cidade.

E o sonho de qualquer artista e ver seu trabalho reconhecido!  E segundo o cantor, o então presidente da câmara municipal, iria divulgar o vídeo durante a inauguração das novas instalações da câmara municipal, coisa que nunca aconteceu.

E dias depois para surpresa de Fernandes, uma criança encontrou no lixo, o DVD com a capa autografada ao então vereador Helio Santos, isso prova mais uma vez, que as autoridades política de Açailandia, não têm o mínimo interesse em desenvolver a cultura da cidade.

Moacir Fernandes com muita dificuldade gastou na época cerca R$ 8.000.00 reais, “OITO MIL REAIS”, para poder produzir o clipe musical. E a indignação do mesmo não se refere nem tanto ao fato do então vereador Helio Santos não ter divulgado o clipe durante a inauguração das novas instalações da câmara, mais sim ao desrespeito, e a indiferença de uma autoridade, com referencia a cultura local.

“Pois um povo sem cultura, e um povo sem sua própria identidade”, e há tempos que a cultura local foi banida do calendário do município, pra se ter uma idéia, ate o desfile do dia 7 de setembro nunca mais aconteceu.

Moacir Fernandes, hoje com (02) CD gravados, e mais (02) clipe musical, concluiu o curso de letras, e hoje é professor de arte na escola estadual Jose Cesário da Silva, alem de ser membro da academia Açailandense de letras, ocupando a cadeira Nº. 21.

Você há de convir, quer uma cidade onde as autoridades tratam com descaso as questões essenciais, imagina a cultura popular, de uma região, de um povo.
Tecnologia do Blogger.