Açailândia: Dinheiro do FUNDEB Pode Está Sendo Usado Como Patrocínio do AÇAI FOLIA 2011


Açailândia - Indignação, revolta, é o sentimento que o povo de Açailândia está sentindo nesse momento com o governo do (PSDB), enquanto o governo federal através do FUNDEB envia recursos na ordem de R$ 2.747.130.46 (dois milhões setecentos e quarenta e sete mil cento e trinta reais e quarenta e seis centavos), com fim exclusivo para ser divididos 60% entres os professores, e 40% entre gastos escolares. O secretario de educação do município se apossa ilegalmente do recurso, com a desculpa de usar-lo como complemento da folha de pagamento dos servidores.

Atenção senhor ministro da educação, Fernando Haddad, atenção senhora presidenta da republica Dilma Roussef, atenção senhora governadora do Maranhão Roseana Sarney, atenção senhor superintendente da policia federal Leandro Coimbra, atenção senhor presidente do tribunal de justiça do Maranhão Des. Jamil Gedeon, por favor, o povo de Açailândia pede socorro! Não podemos deixar que o poder publico local cometa tanta barbárie sem haver uma única punição.


Há fortes indícios de quer o dinheiro dos servidores públicos, que a prefeitura de Açailândia se apossou, esteja nesse momento sendo “torrado”, como patrocínio da festa AÇAI FOLIA 2011, e o pior de tudo senhores, e que não temos a quem recorrer, pois não podemos contar com o ministério publico local, segundo informações, os promotores moram em São Luis, e de vez em quando visita Açailândia.

Já a câmara municipal de Açailândia que seria a entidade certa para poder pressionar o prefeito, essa não pode!  Pois dos (11) componentes da casa, pelo menos (09)  come na mão do prefeito! E acoberta todo tipo de roubalheira praticada pelo chefe do executivo e seus assessores.

Segundo informações, ate o sindicato dos servidores públicos do município, SINTRASSEMA, em vez de defender os interesses dos servidores, está exclusivamente a serviço do executivo municipal.

Pra se ter uma idéia de como rola solta a corrupção, se a prefeitura pagasse os funcionários sem concursos diretos em folha de pagamento, teria uma economia de 02 salários mínimos por funcionário.  Mais para beneficiar as empresas do esquema, a prefeitura contratou prestadora de serviços para todos os setores, e paga para essas empresas em media três salário mínimo por funcionário, enquanto tais empresas quando paga muito, paga um salário mínimo aos contratados. É brincadeira.


Ao terminar esse mandato do (PSDB), e a legislatura dessa casa de “leis”, a cidade de Açailândia estará literalmente "quebrada", e se  nao aparecer alguem  com "saco roxo" ou o proprio povo nao se manifestar, nunca mais nossa cidade será a mesma, pois levará anos e anos para se recompor de todas as atrocidades cometidas por aqueles que na pratica foram eleitos para cuidar dignamente do erário publico.
Tecnologia do Blogger.