Estudante de Direito é brutalmente assassinada em construção do MPF


A vítima é filha de ex-vereador de Barras, Paulo César Lages Veras. Ela apresentava escoriações por todo o corpo. 

A estudante de Direito, Fernanda Lages Veras, 19 anos, filha do ex-vereador de Barras, Paulo César Lages Veras, foi encontrada morta na madrugada desta quinta-feira (25) na obra da construção do prédio da Procuradoria Regional da República, localizado na avenida João XXIII. 

A vítima apresentava escoriações por todo o corpo, inclusive na cabeça, com golpes desferidos com barra de ferro.

De acordo com a assessoria da Procuradoria Geral da República, segundo informações do vigia da obra do TRT, o suspeito é um homem que teria entrado com a vítima até o local na madrugada desta quinta-feira. O vigia teria dito que não viu o carro deixado em frente à obra. 

No chão há massa encefálica, muitas gotas de sangue. A vítima estava de vestido, com a chave do carro e celular e um sapato vermelho.

Segundo as primas da garota, ela morava em Teresina com os parentes, trabalhava em uma loja no shopping e era estagiária de um fórum de uma faculdade particular. A vítima teria ganhado um carro há pouco tempo, um Uno preto, encontrado na frente da obra. 

De acordo com o delegado titular do 5º DP, Mamede Rodrigues, ainda não há uma linha de investigação, mas o relato do vigia do TRT, ele viu apenas uma pessoa, aparentemente um homem, entrando de madrugada. “Às 5h30 quando outro vigia que chegou encontrou o corpo. Conversando com a família, qualquer informação é prematura. Ela tinha um relacionamento, mas as investigações ainda vão ocorrer para ver o que realmente aconteceu”, declarou. 

Mamede diz que a vítima tem várias escoriações pelo corpo, mas o golpe fatal foi na cabeça. O corpo está sendo levado para o IML. Os dois vigias da obra foram levados para o Distrito para prestar esclarecimentos. 
cidadeverde.com
Tecnologia do Blogger.