Pedófilo estuprador escreveu carta reveladora à filha do Rio de Janeiro; confira todo o conteúdo




Dois meses antes de ser preso, o Maníaco de João Pessoa, Abner Machado Pereira Neto, 39 anos, escreveu uma carta para a filha, de 13 anos, que mora no Rio de Janeiro.
O jornalista Heron Cid publicou com exclusividade em sua coluna do Jornal Correio da Paraíba desta segunda-feira (1), o conteúdo da mensagem que ninguém sabe ao certo se chegou ao conhecimento da adolescente.

A carta foi escrita exatamente no dia 16 de maio deste ano, meses antes da série de estupros contra crianças e adolescentes em diversos bairros da capital paraibana.
Na correspondência, encontrada pela Polícia nos arquivos do computador apreendido em poder do ´publicitário´, Abner tenta explicar a filha os motivos de ter se tornado um viciado em drogas.
Abner não fala claramente, mas se refere ao seu tresloucado desejo sexual por crianças como um ´desvio de caráter terrível´, originado desde a infância, quando conheceu através da mãe o ocultismo.

O maníaco tenta revelar à filha, com a qual não conviveu, o seu lado terno, diferente do perfil cruel e frio com que tratava as vítimas entre quatro paredes, geralmente dopadas.
Acusado de quase 50 crimes de violência sexual, segundo estimativa extra-oficial da Polícia, ele demonstra ter se preocupado com o risco de contaminação sexual e revela o resultado de um exame recente de HIV.

Abner perde perdão à filha e diz que ainda espera que Deus também lhe perdoe . Na carta, ele descreve sua rota do Rio de Janeiro ao Nordeste, a empreitada pela abertura de uma escola para palestras de combate às drogas e sua tentativa de sobrevivência em João Pessoa.
Dois meses depois de pedir o perdão divino e da própria filha, o maníaco estuprou, com requintes de crueldade, pelo menos 11 crianças em João Pessoa.
Eis a carta, na íntegra, com exclusividade. Por questão de ética jornalística, vamos suprimir os nomes da filha, da ex-mulher carioca, da atual mulher e das filhas da Paraíba, contidos na mensagem.

Leia a carta:
Uma noite em claro um coração rasgado. Hoje é segunda-feira 16-05-2011 são 6.18 da manhã, não dormi essa noite pensando em você, vou tentar reunir meus pensamentos para expo-los aqui. Peço a DEUS que me ajude a derramar meu coração com tudo que sinto e iluminar minha mente para me fazer claro e sincero.

Primeiramente minha filha te amo com toda a força da minha alma, nunca tenhas dúvidas disso. Vou tentar explicar um pouco do que sou, tive uma infância muito dificil antes de tudo por causa de conflitos e vivências familiares altamente conturbadas. Minha mãe e sua avó foi uma pessoa ligada ao ocultismo, o que me fez conhecer um lado negro da vida espiritual que nos rodeia essa influência na minha formação me levou a um disturbio de carater terrível e que me custou muito sofrimento na vida, esse disturbio de cárater foi seriamente agravado pela droga que conheci logo no inicio da minha adolescência. Dai começava uma jornada malfadada que me causa danos até hoje.

A sua mãe foi um oásis um ponto intermediário nesse caminho, durante o curto periodo que passei ao lado dela até que me mantive afastado da droga não do mau que me atormentava e me fazia vil. Porcausa desse mau ou desse desvio de carater, perdi a sua mãe e o amor dela, porque sua mãe sempre foi uma pessoa íntegra e do bem. Perdi também, a chance de ter você perto de mim e ter visto a sua infância e crescimento. Quando você nasceu eu estava preso, e em grades passei quaze 7 anos da minha vida, sobrevivi, sobrevivi também, a outras tentativas que contra a minha vida fizeram.Mas DEUS me livrou de todas e um dia tive a Graça, a chance, de te encontrar e o mais extraordinário. . .

Contei com o apoio de sua mãe a sua anuência e coolaboração ou seja a sua mãe mais uma vez mostrou a sua grandeza e altruísmo ( uma Pessoa do BEM ) nos proporcionando aquele encontro – Daqui a pouco tento falar um pouco daquele dia inesquecível e único para mim ou pelo menos tento tranferir em palavras o que as vezes penso ser indizível.
Bem quando para mim aconteceu o milagre de te encontrar via mundo virtual, estava vivenciando um momento de transição em minha vida, ou seja, um momento para definir meu futuro, pera, deixa eu explicar claramente . . .

Quando te encontrei na internet e sua mãe permitiu a nossa aproximação eu colhia os frutos de um trabalho que fazia no combate ao uso de drogas estava a um tempo em abstinência e dirigia uma instituição de recuperação de drogados, mas Deus me fez ver que ali onde me encontrava existia uma farça uma hipocrisia e assim que me ví livre daquele compromisso não exitei de correr ao seu encontro, confesso, também que depois de muitas conversas com sua mãe com uma esperança que poderia de alguma maneira um chance de te-la mais uma vez e quem sabe desta vez nunca mais perde-la.

Fui ao seu encontro, impossível comparar a emoção que tive naquele dia com algo que eu já tivesse experimentado, foi tão incrível que não consegui ir embora, mas, também não consegui voltar aí, fiquei na sua cidade mais dias mais nunca mais consegui voltar a sua casa, tinha medo de estragar tudo, como sofri aqueles dias por minha covardia e como me arrependo por ter tirado de nos a chance de termos outros contatos.

Sucumbi a droga de novo fui fraco, um miserável, covarde, Por muito anos fui usuário de cocaina e pasta base, mas a três anos atrás ja estava no crack, e voltei a consumir lá naquela favela que você e sua mãe me deixaram, quando me conscientizei que não poderia me aproximar de novo de vocês assim naquele flagelo.

Bem,resolvi então voltar a vida que tinha aqui no nordeste porque percebi que nada mais me ligava ao Rio de Janeiro a não ser você, e assim voltei para um relacionamento conturbado, mas com uma pessoa que me queria de verdade mesmo a despeito dos meus defeitos e imperfeições e que por anos estava ao meu lado.Nessa minha volta, ela (atual mulher) engravidou de xxxx (nome da filha) que completou 2 anos dia 14 último, todavia nunca desisti de você de ter outra oportinidade de me aproximar de você já que minhas expectativas com sua mãe não passavam mesmo de um devaneio uma loucura de minha cabeça, pois sua mãe ja tinha sido por demais generosa conosco permitindo que nos aproximassemos isso já era demais maravilhoso, o que eu poderia querer mais que isso ? Sendo que nem isso eu merecia depois de tanto sofrimento que causei a ela.

E assim voltei, xxxx (nome da atual mulher) engravidou de xxxx (nome da filha) e eu nas drogas de novo, porém determinado a dar a volta por cima e conquistar uma estrutura que me permitisse ajudar você financeiramente e fazer parte das sua vida, sendo presente pelo menos desta forma.

Voltei então ao Rio de Janeiro em março de 2009, já com xxxx (nome da mulher) grávida e consegui com seu Tio avô uma franquia de uma escola tecnica e de cursos que vim a implantar em Pernambuco assim como sua mãe ai tentou com o restaurante eu aqui também investi e lutei com um negócio meu, a escola, foi um curto período em que embora eu naum estivesse livre do vício, eu consegui avistar um futuro proximo que poderia me ajudar a estabelecer nossos laços, me separei de xxxx (atual mulher) mais uma vez, e mais uma vez ela não desistiu de mim, lutei muito, muito mesmo mais a droga mais uma vez me venceu, nesse interim xxxx (atual mulher) ja estava gravida de novo das gêmeas e mais uma vez ela me acolheu foi me buscar em Alagoas, e m
e trazer de volta. Já sem trabalho, sem nada . . . Sem esperanças, envergonhado, frustrado, vencido outra vez.

As gêmeas vão fazer 1 aninho dia 27 deste mês e ainda minha filha e ainda não consegui me reerguer, todos os dias saio para rua para vender meus produtos (adesivos, DvD´s) e agora anúncios do meu site e construção de sites, mas os meus recursos mal chegam para comprar as fraldas e o leite delas e as vezes choro porque não consigo fazer nem isso, não tenho conseguido viver, tenho apenas sobrevivido, uso uma dentadura quebrada há três anos, estou envelhescendo rapidamente não sou nem a sombra do homem que você recebeu na sua casa, e o pior, luto contra a droga todos os dias e nem sempre me saio vencedor. estou te revelando tudo isso porque na verdade todos sabem minha família, todos conhecem meu drama . . . e para que você minha filha veja o mau que a droga póde causar, a destruição que ela causa, os sonhos partidos.

Ha poucos dias fiz exames de HIV – Heptite e outros Graças a Deus estou limpo mas as sequelas da droga tem atingido meu sistema respiratório e circulatório, xxx (nome da atual mulher) gostaria que me internasse mas não tenho forças, penso nas meninas que ainda são bebês e que terão ainda mais privações que ja estão tendo.

Gostaria de te pedir perdão, por todo desgosto que te causei, por ter negligenciado a chance que sua mãe me deu. A ela xxxxx (nome da filha carioca) , sim, para xxxx (nome da ex-mulher carioca) sequer tenho a coragem de me dirigir para pedir PERDÃO, mas peço a DEUS todos os dias que me PERDOE e que ajude a ela a ser o que eu não fui para você e que nuca venha a ter falta de nada. Saiba que eu espero que um dia PAPAI DO CÉU tenha misericórdia de mim de novo e me revista de forças e me liberte outra vez, desta feita das grades espirituais,já que das de ferro um dia ele me tirou, até lá te trago no coração e na alma e te amo mesmo que meus gestos e atitudes não traduzam isso.

D´aquele PAI que te abraçou com olhos brilhantes e cheio de emoção, e que mora aqui dentro deste velho peito e que um dia vai sair de novo para teu encontro. TE AMO
PS: NÃO DESISTA DE MIM. PS2: DEUS TE ABENÇOE.

Tecnologia do Blogger.