Record acusa Globo de piratear o Pan


A Record é a única emissora brasileira com direito de exibir os Jogos Pan-Americanos de Guadalajara, mas a Globo teria feito transmissões piratas, segundo o canal de Edir Macedo. 

Em e-mail enviado ao UOL, a emissora afirma que “as imagens exibidas pela Globo não foram cedidas pela Record, única detentora dos direitos no Brasil" e que, portanto, "a medida foi ilegal”.

Trata-se de 20 segundos de transmissão divididos entre o Jornal Nacional (sábado) e o Fantástico (domingo). De acordo com a Record, “a Globo não pediu contrato de cessão de imagens do evento". O canal ainda repetiu que "o ato foi ilegal".

O UOL explica que as emissoras que não detêm os direitos de transmissão não podem fazer qualquer tipo de gravação do Pan, seja áudio ou vídeo. A ISB (Insternational Sports Broadcasting), que produz as imagens do evento, fornece um resumo diário a esses canais com alguns minutos.

Mesmo assim, se quiser usar essas imagens, a emissora tem de concordar com um “Instrumento de Disponibilização de Imagens”, distribuído pela Record. As principais brasileiras assinaram: SBT, Cultura, RedeTV!, Band, BandSports, BandNews e TV Brasil. A Globo, não.

Ao UOL, o canal da família Marinho alegou ter usado alguns segundos de imagens da APTN (Associated Press Television News). No script das imagens, diz o canal, não havia embargo para o território brasileiro, mas mesmo assim iriam averiguar com a agência "se houve algum lapso da parte deles".

Além disso, a Globo lembrou que "no jogo da seleção brasileira contra o México, a TV Record, que não tinha os direitos da partida, usou algumas imagens da CNN, num procedimento similar".

Redação ADnews.
Tecnologia do Blogger.