25 de abril de 2012

Disque-denúncia oferece R$ 100 mil para elucidar morte de Décio Sá

Foto: Reprodução de InternetCem mil reais. Este é o valor oferecido para quem der pistas ao Disque-Denúncia do Maranhão sobre o assassinato do jornalista Décio Sá, morto a tiros na noite desta segunda-feira em um bar em São Luís, no Maranhão. O corpo do jornalista foi sepultado no final desta tarde no cemitério Jardim da Paz, em São José de Ribamar.
Segundo informou a Secretaria de Estado de Segurança Pública, a quantia foi doada por uma dupla de empresários que preferem não ter suas identidades reveladas. O órgão revelou também, na manhã desta terça, em entrevista ao site da revista Veja, que acredita na hipótese de o crime ter sido encomendado. "Décio era muito combativo e ganhou inimigos durante a carreira", disse o secretário de Segurança Pública do Maranhão, Aluísio Mendes.
Outra medida em curso para elucidar o crime é a confecção do retrato-falado do atirador para ser posto de frente com as pessoas que testemunharam o assassinato.
Décio era repórter de política do jornal "O Estado do Maranhão" e dono de um dos blogs mais acessados sobre o tema, onde fazia denúncias contra autoridades públicas. 

Quem tiver informações que ajudem a polícia no esclarecimento da morte do jornalista, ligue para os números do Disque-Denúncia: (98) 3223 5800 – capital (MA) e 0300 313 5800 – interior (MA), ou ainda 0300 253 1177 – custo de uma ligação local para todo o Brasil.

O serviço garante o total anonimato no momento da ligação e o
funcionamento 24 horas. Ajude a polícia esclarecer este caso. Ligue e denuncie, o anonimato é garantido.

--- ---