Tentando sustentar o insustentável: Candidatura de Gleide Santos está na UTI respirando com ajuda de aparelhos!


Está ficando muito difícil tecer comentários em relação ao nome da candidata a prefeita de Açailândia Gleide Santos. Se por um lado ficamos temerosos com os diversos processos que os advogados da ex-prefeita entram contra aqueles que ouse opinar sobre o tema, por outro lado, a coisa se complica a cada dia em relação à situação jurídica da mesma, e temos a obrigação moral de manter o povo informado.

Não precisamos nem ser advogado, para entender que a situação jurídica da candidatura da ex-prefeita é pouco confortável. Se você tiver um mínimo de entendimento, vai chegar à conclusão de que a insistência de se manter uma candidatura a qualquer preço poderá ser um suicídio político.

Os assessores da ex-prefeita, tentam a todo custo esconder da população a realidade dos bastidores da Justiça, na expectativa de se ganhar fôlego, e empurrar com a “barriga” até quando puderem, esperando uma possível vitoria.

Só esquece-se de uma coisa, o Brasil aos poucos está mudando! A LEI DA FICHA LIMPA veio pra valer! E todo político que insistir numa candidatura SUB-JUDICE, vai apenas perder tempo e dinheiro, e caso seja eleito, só vai ter o trabalho de entregar o mandato para o segundo colocado. Segundo disse o juiz Marlon Reis.

Em um ato de humildade, seria prudente até para o atual grupo político que ora se diz oposição, a candidata Gleide Santos jogar a tolha, reconhecer que juridicamente falando esse não é o seu momento político, e para não "ferrar" de vez sua coligação, indicar o vereador e candidato a vice Juscelino Oliveira, como candidato a prefeito.

Pra se ter uma idéia, o ex-prefeito da cidade de Vila Nova dos Martírios Vá Batista, temeroso com os rigores da LEI DA FICHA LIMPA, e em um ato de humildade, abdicou do seu nome, escolhendo a própria filha como sua substituta, por se encontrar no momento, enquadrado na LEI DA FICHA LIMPA.

Recentemente, o (TSE), Tribunal Superior Eleitoral, anulou uma decisão do (TRE/MA) que havia liberado uma candidatura com os mesmos problemas enfrentados pela ex-prefeita Gleide Santos.

E no momento,  a maior dificuldade enfrentada  pela ex-prefeita Gleide Santos, vem do fato da revogação da liminar feita pelo juiz da base, que havia dado anteriormente uma tutela antecipada, dando  direito da mesma registrar sua candidatura.

Com a revogação, invalida-se o processo no (TRE/MA) onde a mesma vinha ganhando pelo placar de 5X0. E passa a valer, o decreto legislativo Nº 02/2009 da Câmara Municipal de Açailândia, que seguiu o parecer do (TCE), Tribunal de Contas do Estado do Maranhão, pela desaprovação das contas de gestão da ex-prefeita. Ou seja, tudo volta à estaca zero.

Ao que tudo indica, Gleide Santos não desistirá de sua insistente candidatura, e provavelmente vai recorrer em última instância ao TSE, onde encontrará forte resistência da presidente, ministra Cármen Lúcia, que ao tomar posse declarou que “Haverá tolerância zero contra os fichas-sujas. O rigor será absoluto para fazer valer a lei que entrou em vigor neste ano”. Portanto, a ex-prefeita Gleide Santos provavelmente não será candidata ao pleito do dia 07 de outubro.
Tecnologia do Blogger.