O perigo de votar em um Ficha Suja


Uma pessoa para administrar qualquer coisa, seja uma “bodega” uma media ou uma grande empresa, têm que ter muito equilíbrio pessoal, e acima de tudo respeito a Deus e seus mandamentos.

E quem realmente respeita os mandamentos divinos, jamais age com violência, jamais tem raiva ou rancor no coração, e acima de tudo tem a capacidade de perdoar sempre.

Baseado nesse contexto, o eleitor deve ficar muito atento quanto ao comportamento pessoal dos candidatos a prefeitos nessas eleições do próximo dia 7/10/12. Ver com muita atenção, seu histórico de vida, suas ações, seu comportamento, e como trata seus auxiliares.

Afinal de contas, sentimentos raivosos, vingativissimo, e rancor, são sinônimos que só mostra na pratica o despreparo do indivíduo, E quem age dessa maneira, jamais vai conseguir galgar seus objetivos de vida. Isso é fato.

Uma pessoa que se propõe a administrar um município tão importante como é Açailândia, não pode de maneira alguma ter um passado sujo, pois é inadmissível você ver pessoas posando de "bonzinhos", mas que no fundo não passa de um belo ator.

Um pai de família que tanto se dedica a uma empresa é digno de receber tudo que tem direito perante as leis trabalhistas! E jamais ter que recorrer a ações coletivas junto à justiça do trabalho, para poder receber o que é seu de direito, mesmo assim esbarram em inúmeros recursos judiciários, e talvez morram de velhos e não recebem o fruto do suor do seu trabalho.

Como diz o ditado, “pau que nasce torto morre torto” e ninguém muda ninguém, as pessoas são o que elas são e ponto final, mas o povo tem a grande arma que é o titulo de eleitor, mas essa arma tem que ser usada com muita inteligência, para não cairem no conto do vigário.

E cair no conto do vigário, significa dizer que votar em candidato com pendências na justiça, ou seja, em político ficha suja, é pura perca de tempo! Pois todos os votos dado a político que se enquadre nesse perfil, poderão ser inválidos, ou seja, não vai valer de nada.
Tecnologia do Blogger.