Açailândia: Começa a onda de perseguição contra aqueles que nao "rezam" na cartilha da prefeita Gleide Santos!



É sempre assim, toda vez que se inicia uma nova administração, começa então a onda de perseguição contra aquelas pessoas que não tem nada a ver no imbróglio político. e no atual governo da senhora prefeita Gleide Santos, já começou a onda de perseguição contra aqueles que mas precisam de apoio e solidariedade.

Ontem (08/01), o blog foi informado de que a senhora prefeita Gleide Santos, usando uma desculpa esfarrapada da secretaria de vigilância sanitária, teria dado um ultimato para que uma senhora retirasse sua barraca de vender comida, de dentro do pátio do Hospital Municipal de Açailândia.

Tudo leva a crer que é pura perseguição, devido esta senhora ter conseguido esse espaço para vender comida, e ajudar a sustentar sua família, durante a gestão do ex-prefeito Ildemar Gonçalves.

Depois de cerca de 20 anos prestando serviço como zeladora do Hospital Municipal de Açailândia, essa humilde senhora conhecida como dona Maria, conseguiu junto ao ex diretor técnico do Hospital da gestão passada, uma autorização para poder vender comida dentro do pátio do Hospital, para poder ajudar sustentar sua família.

E nem bem iniciou seu governo, a prefeita Gleide Santos, numa espécie de vingança contra todos os atos da gestão passada, já começou amostrar o que ela mas sabe fazer, perseguir e oprimir os menos favorecidos, principalmente aqueles que não rezem em sua cartilha.

Quem não se lembra dos atos de perseguição promovido pela prefeita Gleide Santos, contra as vendedoras de comidas da região do mercado municipal? Principalmente aquelas que vendiam comida em barracas nas proximidades do Hospital Jerusalém, Hospital esse, que é  de sua propriedade.

É de cortar o coração, agente se deparar com uma mãe de família sendo perseguida, principalmente tal perseguição partindo de uma autoriadade constituída pelo voto popular.  Será que a senhora prefeita Gleide Santos não tem coração e nem sentimento pelo seu semelhante? Será que a mesma quando vão dormi consegue ter um bom sono, fazendo algo tão mal contra uma pobre mãe de família.

O editor do Blog jamais vai querer acreditar, que tamanha maldade contra essa pobre mãe de família esteja partindo da senhora prefeita, até porquê, quando alguém é eleito a algum cargo público, tem a obrigação moral de cuidar, e fazer melhorias para melhorar a qualidade de vida das pessoas, independentes de partido políticos, credo religioso, ou raça.

Só para refrescar a mente das pessoas, veja como era tratado as pessoas quando a atual prefeita Gleide Santos comandou o municipio pela primeira vez, e dessa vez parece que nao vai ser diferente. Veja o video abaixo.

 
Tecnologia do Blogger.