Despreparo e incompetência administrativa, pode levar o município de Açailândia e enfrentar uma das piores crises política!



Quando assumiu seu segundo mandato como prefeito de Açailândia no ano de (2005), o-ex-prefeito Ildemar Gonçalves, encontrou o município totalmente “arrasado”, sem nenhuma infra-estrutura, salários atrasados, saúde pública na UTI, um desmando total. Tudo fruto da mais pura incompetência, dos ex gestores que administraram o município nas gestões passadas.

O ex-prefeito organizou a maquina administrativa, triplicou a capacidade de atendimento do Hospital Municipal, contratou vários médicos especialistas, fez concurso público, criou o (SAAE), fundou a secretária de agricultura e a secretária do meio ambiente, fez varias frentes de trabalho de calçamento em todo município, conseguiu implantar diversos programas do ministério da saúde para atender a população, valorizou o poder compra do funcionalismo público, pagando gratificações e os salários sempre em dia, e fez com que o município saísse da inadimplência para conseguir contrair financiamentos públicos.

O povo, na expectativa de que o município de Açailândia continuasse crescendo, resolveu eleger Gleide Santos como prefeita, que por sinal, em mais de (90) dias de governo, não vém conseguindo emplacar uma administração que a população tanto almejava.

Fazendo uma administração sem “comando”, pautada no autoritarismo, perseguição, e vingativismo, Gleide Santos começa aos poucos ver seu barco a deriva, pois muitos que se empenharam na eleição da atual prefeita, não estão nada satisfeitos com o descaso, e a falta de compromisso, que a mesma ta implantando a esse grande município.

Informações dão conta, de que a prefeitura estaria colocando apenas pessoas contratadas e sem a mínima experiência nos cargos que era para ser ocupados por aqueles que foram aprovados no último concurso público. Servidores ativos têm denunciado ao blog (Açailândia de fato), de que as repartições Municipais estão lotadas de pessoas apadrinhadas, que ficam o dia todo sem fazer nada, apenas mancando ponto para receber seus salários no final do mês.

Uma professora relatou ao blog, que antes trabalhava (2) turnos e recebia cerca de R$ 2.000.00 (DOIS MIL REAIS), após a nova administração assumir o comando do município, a mesma continua trabalhando os (2) turnos, e recebe hoje apenas R$ 800.00, (OITOCENTOS REAIS). Pois segundo a servidora, que pediu para sua indetidade ser mantida em segredo, todas as gratificações foram cortadas, sem nenhuma explicação por parte da prefeitura.

Na área da saúde, a prefeitura não está conseguindo agradar em nada, segundo informações de usuários do (HMA), os atendimentos de maior complexidade, tem que ser levados para o Socorrão da cidade de Imperatriz. Inclusive o prefeito Sebastião Madeira, já teria dado um ultimato, para que a prefeita Gleide Santos resolva de forma definitiva a situação caótica que se encontra a saúde pública de Açailândia, e passe a arcar com as responsabilidades de atender a população do Município.

A falta de manutenção adequada e urgente de infra-estrutura, tem causado sérios danos à população, pois a malha viária urbana se encontra numa situação de total abandono, semáforos sem funcionar, iluminação pública deficiente, falta água constante, e o que é pior, até uma empresa de segurança que foram contratada para preservar os prédios públicos, teve seu contrato suspenso sem nenhuma explicação.

O que se ver de verdade é muita conversa fiada, e pouca ação. Um governo sem propósito, e sem rumo, naufragando na incompetência, e na "inginorança", que ao invés de se investir o dinheiro público em coisas benéficas a população, investe-se em coisas banais, como por exemplo, um salão de beleza dentro do hospital municipal, que não traz nenhum beneficio ao povo.

Os vereadores de Açailândia, bem que poderia nesse momento caótico que o município se encontra, ficar a favor do povo, e pressionar a prefeita Gleide Santos, para que a mesma faça alguma coisa de concreto em beneficio da população. Bem que poderia! Mas dificilmente os mesmos irão ter peito para combater essa administração, e quem sofre as conseqüências de uma administração cruel, e perversa, são os moradores do Município.


Tecnologia do Blogger.