“Açailândia acordou”, diz vereador Canela

Veja o desabafo do vereador Canela, um dos poucos parlamentares que ainda merece a admiração e o respeito da população de Açailândia. e olha que o blog (Açailândia de Fato) assim como sempre fez e faz, diferentemente dos outros blogs, não estar cobrando nada para fazer essa postagem..

Vereador Canela

“Se a prefeita dizia que a Força do Progresso é um câncer, ela é a própria morte”, com essas palavras o vereador Canela (PSB), descreve a atual situação político administrativa de Açailândia, ao avaliar o governo da prefeita Gleide Santos (PMDB).

Segundo Canela, a manifestação realizada na Câmara na sessão da última quinta-feira, 27, é reflexo de um ano e três meses de desmandos e perseguição registrados na cidade, sobretudo ao servidor público, que encontra-se abandonado e esquartejado pela gestão municipal.

Segundo Canela, com atitudes similares ao antigo Regime Militar Brasileiro, para não dizer com ritos dignos da organização afegâ Talibam, a prefeita, segundo ele, tresloucada, dirige Açailândia com a mão de ferro de um terrorista. “Osama Bin Laden, perto da prefeita de Açailândia, era uma dama francesa, já que esta senhora conduz a cidade com atitudes facistas, dignas de psicopatas do nível de Hitler”, frisa ela.

O vereador disse que a manifestação dos servidores é apenas a ponta do ice berg que afunda Açailândia e não representa apenas a luta por melhorias salariais, mas o sentimento de usurpação que a sociedade vive. “Muito mais que os salários dos servidores, o qual a prefeita insiste em meter a mão, a manifestação expressa um sentimento comum de roubo de consciência, já que a prefeita não apenas destroi a vida da população, mas evidencia claro desprezo por aqueles que votaram nela”, argumenta.

Da manifestão, Canela lamenta apenas o fato de minúsculos agentes da gestão terrorista da prefeita terem se aproveitado da legítima luta da sociedade, para promover a desordem, ameaça aos parlamentares e risco aos manifestantes de verdade.

No entanto, o vereador garante que a luta continuará e só cessará, quando Açailândia for libertada das garras opressoras da gestora. “Eu garanto uma coisa: só descansarei quando a nossa cidade for devolvida ao povo e esse nuvem negra que ofusca o desenvolvimento de Açailândia for dissipada, com certeza, pela ação da Câmara, da Justiça e, acima de tudo, da força do nosso povo”, garantiu Canela.
Tecnologia do Blogger.