Informática é na Conexus


Roberto Rocha (PSB) supera candidato dos Sarney e é eleito senador no MA

Fonte:bol.uol.com.br

  • Reprodução/O Imparcial
    Roberto Rocha (PSB): adversário da família Sarney no Maranhão
    Roberto Rocha (PSB): adversário da família Sarney no Maranhão
Dois anos após ser eleito vice-prefeito de São Luís, na chapa do prefeito Edivaldo Holanda Júnior (PTC), Roberto Rocha  (PSB), 49, venceu neste domingo (5) a disputa pela vaga do Maranhão no Senado Federal.
Rocha desbancou o deputado federal e ex-ministro do Turismo Gastão Vieira  (PMDB), 68, candidato apoiado pela atual governadora do Estado, Roseana Sarney (PMDB), 61, e sua família. Além de Vieira, o candidato do PSB teve Haroldo Saboia  (PSOL), 64, Marcos Silva  (PSTU), 48, Evan de Andrade  (PCB), 35, e Gersão  (PPL), 45, como adversários na disputa pela vaga no Senado.
A partir do dia 1º de fevereiro do no que vem, Roberto Rocha substituirá o senador Epitácio Cafeteira (PTB), 90, e representará o Maranhão ao lado de João Alberto Souza e de Lobão Filho, 50, ambos do PMDB, eleitos em 2010. O segundo se elegeu como primeiro suplente do pai, o atual ministro de Minas e Energia, Edison Lobão (PMDB), 77, e licenciou-se do Congresso Nacional neste ano para se candidatar a governador, com o apoio de Gastão Vieira. O vice-prefeito de São Luís apoiou a candidatura de Flávio Dino (PC do B), 46, ao governo do Estado.
 

Eleições 2014 no Maranhão39 fotos

1 / 39
5.out.2014 - O candidato do PC do B Flavio Dino é o novo governador do Maranhão. Ele derrotou o candidato apoiado pela família Sarney, Edison Lobão Filho (PMDB) Sérgio Castro/Estadão Conteúdo
Filho de Luiz Rocha, que governou o Maranhão de 1983 a 1987 e morreu em 2001, Roberto Rocha nasceu em São Luís, em 1965, e iniciou a vida política em 1990. Na época filiado ao PL, foi eleito deputado estadual. Quatro anos depois, pelo PMDB, elegeu-se deputado federal, cargo para o qual se reelegeu na eleição seguinte. Em 2002, chegou a se candidatar ao governo do Estado, mas se retirou da disputa.
Em 2006, depois de migrar para o PSDB, Roberto Rocha foi novamente eleito para a Câmara dos Deputados e, quatro anos mais tarde, tentou pela primeira vez uma vaga no Senado, ficando em quarto lugar. Há dois anos, já no PSB, integrou a chapa que venceu as eleições municipais na capital maranhense, no segundo turno. Graduado em administração de empresas pela UEMA (Universidade Estadual do Maranhão), Rocha cuida desde os 17 anos de idade das empresas de comunicação de sua família. Ele é casado e tem três filhos e um neto.

Críticas aos Sarney

Apesar de já ter sido filiado ao PMDB, partido do senador José Sarney, cuja filha exerce o quarto mandato como governadora do Maranhão, Roberto Rocha apostou nas críticas ao ex-preisidente e sua família para vencer a disputa pelo Senado. Representante da coligação "Todos pelo Maranhão", que reuniu nove partidos (PP/SD/PROS/PSDB/PC do B /PSB/PDT/PTC/PPS), ele também contou com o apoio de Marina Silva, candidata do PSB à Presidência da República.
Durante a campanha, Roberto e Gastão estiveram bastante próximos nas pesquisas eleitorais, chegando a empatar tecnicamente. O socialista não poupou críticas à atuação do peemedebista como ministro do Turismo do governo da presidente Dilma Rousseff (PT), que apoiou seu principal adversário. Rocha, por outro lado, foi criticado por conta da contestada gestão do prefeito de São Luís.

Segurança preocupa o Maranhão

Em evidência por conta dos altos índices de violência e da crise envolvendo o Complexo Penitenciário de Pedrinhas, em São Luís, onde foram registradas 17 mortes apenas neste ano  e pelo menos 60 em 2013, o Maranhão tem a segurança pública como tema que mais desperta expectativa de melhora, segundo a enquete do "Esperançômetro", do UOL Eleições . Já na enquete que pergunta qual o maior problema do Estado, a corrupção aparece na frente da segurança pública, que é seguida por saúde e educação.
Com mais de 6,5 milhões de habitantes, de acordo com o Censo 2010 do IBGE, o Maranhão é 10º Estado mais populoso do Brasil, mas ocupa a 16ª posição no ranking por PIB (Produto Interno Bruto) mais recente, divulgado em 2011.
Tecnologia do Blogger.