Livre e perigoso: preso liberado no indulto natalino estupra adolescente de 13 anos e polícia o salva de linchamento

Beneficiado com o indulto natalino, apenado aproveitou a liberdade para estuprar uma menina de 13 anos. Crime deixou a população de Ji-Paraná revoltada.

26122014-185409-bandiq.jpg
Ji-Paraná, Rondônia - A barbárie contra uma adolescente de apenas 13 anos de idade, aconteceu na manhã desta sexta-feira (26), na rua São Vicente, no bairro São Pedro, 1º Distrito de Ji-Paraná. De acordo com a Polícia, por volta das 08h00, o presidiário Claysson Lima de Araujo, vulgo “Capeta do Dom Bosco”, invadiu a casa da adolescente com uma faca, e a ameaçou de morte. Em seguida, tampou a boca da vítima e a despiu. Depois, jogou a jovem no chão e começou a mordê-la por todo o corpo, até consumar o ato monstruoso e covarde.
Neste momento, o estuprador percebeu que uma tia da criança se aproximava da casa e fugiu pelos fundos, se embrenhando no mato. Enquanto fugia, a mulher reconheceu o marginal e correu para dentro da casa para ver o que estava acontecendo. Ao presenciar a sobrinha caída no chão, toda ensanguentada, a mulher gritou por socorro.
Vários moradores saíram no encalço do marginal e cercaram o local até a chegada da Polícia Militar.
Durante horas, os Policiais fizeram uma varredura minuciosa pelo mato, porém nenhum suspeito foi localizado.
Já por volta das 13h00, o presidiário foi avistado saindo do mato. Ele foi perseguido pelos populares e quase linchado. A PM chegou rápido no local e conseguiram conter os ânimos dos moradores, evitando, desta forma, que a justiça fosse feita pelas mãos dos homens.
Bastante machucado, o suspeito recebeu os primeiros socorros e foi conduzido por uma equipe do Corpo de Bombeiros ao HM, onde encontra-se internado.
A Polícia também informou que o suspeito, Calysson Lima de Araujo, usa diversos nomes e possui várias passagens pela polícia. Atualmente, encontra-se cumprindo pena em um presídio na cidade de Vilhena e está em liberdade, graças ao “Indulto Natalino”.

Tecnologia do Blogger.