O MELHOR PREÇO, QUALIDADE E RAPIDEZ NA ENTREGA.

Açailândia: Por unanimidade prefeita Gleide Santos tem o mandato cassado por 14x0

Plenario Lotado, Foto Rei dos Bastidores

A câmara municipal de vereadores por unanimidade, acaba de cassar o mandato da prefeita Gleide Santos, após a leitura do relatório da comissão processante, que investigou oito denuncias contra a gestora, o plenário da casa de leis decidiu por unanimidade, pela cassação do mandato da chefa do executivo.

O município de Açailândia se encontra em festa nesse momento, fogos de artifício são solto em toda cidade.

Gleide Santos tinha tudo para deslanchar e fazer de Açailândia um exemplo de administração, mas a incompetência administrativa conseguiu transformar o município em um verdadeiro caos.

De temperamento muito forte, “sem papas na língua”, e sem medir as consequências de suas palavras, mesmo a ex-prefeita se dizendo uma "serva de Deus", Gleide agia conforme o ditado, “faça o que eu digo não faca o que eu faço”, sem habilidades política, a ex-prefeita estar colhendo o que plantou!, e dificilmente deixara saudades de sua conturbada e meteórica gestão, e seu nome será lembrado no futuro apenas como uma tempestade passageira.

Mas diante da parcialidade e dos interesses que ronda os bastidores do poder judiciario, especialmente por possíveis decisões judiciais fraudulentas, onde tem se visto que por meio de apadrinhamentos, consegue-se na fracassada justiça maranhense favores judiciais, não se pode afirmar com exatidão que essa novela terá um fim.

A mesa diretora da câmara municipal de Açailândia deverá ainda nessa madrugada de 21/07, a dar posse ao vice-prefeito Juscelino Oliveira. 

Veja abaixo como votaram os vereadores.

Votaram pela cassação os vereadores;  Aluisio Silva, Fanio Mania, Professor Pedro, Vagnaldo, Marcio Anibal, Carlinhos do Fórum, Marquinhos, Diomar Freire, Fatima Camelo, Bento Camarão, Paulo Canarana,  Anselmo Roca, Canela e Fabio Pereira, faltaram os vereadores Bbezão, Jose-li Moreira, e Lenilda Costa.


Tecnologia do Blogger.