Grande midia a favor da quadrilha organizada do PT que se instalou no pálacio do planalto manipula as informações a cerca da paralização dos caminhoneiros.

Sempre que há oportunidade, acusamos a mídia oficial de manipular informações em favor de se moldar a realidade conforme os interesses político-econômicos regionais, nacionais e até mesmo mundiais.
Do outro lado da moeda, procuramos mostrar como a população acaba comprando fácil as ideias que os veículos oficiais noticiam, sem questionar e, muito menos, pesquisar a informação em fontes alternativas comprometidas com a verdade dos fatos.
A greve dos caminhoneiros, que se inicia hoje no Brasil, traz-nos um interessante case para mostrar a manipulação descarada da informação. Além disso, neste caso específico, demonstra como as mídias oficiais no Brasil estão praticamente todas amarradas no sistema, funcionando em favor dele.
Há dias essa greve vem sendo articulada e anunciada nas redes sociais, mas não noticiada na grande mídia. Algumas notas, muito superficiais, foram saindo. Uma aqui, outra acolá. Até que… A tal greve dos caminhoneiros começou? E agora?
Bem, e agora a imprensa precisa se manifestar. Ok! Então eles entram com a notícia no ar de maneira paliativa, sem cobertura e, além disso, completamente manipulada. A começar pelo tom de desprezo ao afirmarem que a greve não tem grande adesão, está desorganizada e não deve ganhar força.
Algumas reportagens televisivas têm acontecido em pontos com fluxo normal de veículos, passando uma idéia equivocada da proporção do movimento. Ao pesquisar no Youtube por “greve dos caminhoneiros”, entretanto, é possível localizar vários vídeos amadores gravados hoje pela manhã e que mostram a grande proporção que o movimento pode tomar.
E certamente tomaria, caso a imprensa fizesse uma cobertura decente dos fatos. Comprada, entretanto, não somente isenta-se de cobrir o acontecimento como ainda se manifesta com informações imprecisas e manipuladas para enfraquecê-lo.
Abaixo, um aperitivo da postura da imprensa oficial no Brasil. Observe atentamente o que a jornalista da Band News fala sobre a região do Rio de Janeiro e também sobre os motivos do movimento que, na realidade, objetivam forçar a renúncia da presidente Dilma:
Sim, senhores telespectadores, não houve adesão à greve conforme informou a jornalista, correto? Então veja o vídeo gravado por um cinegrafista amador na região do Rio de Janeiro também hoje pela manhã:
Essa é a mídia que nos deforma informa. Isso por que estamos a falar da greve dos caminhoneiros no Brasil. A partir desse parâmetro, dá para se ter uma idéia do que acontece quando o assunto é de ordem global com temas como Nova Ordem Mundial, sociedades secretas, financiamento de guerras, manipulação climática entre outros.
É preciso acompanhar a imprensa, sim, mas acreditar nela, não. Pelo menos não de olhos fechados. É preciso sempre desconfiar da informação e buscar fontes alternativas, desamarradas do sistema, para se averiguar o fato à luz da verdade.
Um grande abraço e abra os olhos!

Tecnologia do Blogger.