10 de dezembro de 2015

GOVERNADOR FLÁVIO DINO TÁ IGUAL MARIDO TRAÍDO QUE MESMO LEVANDO CHIFRE MORRE DE AMOR PELA MULHER



Por: Silvio Vieira
Açailândia/MA – Olhando o governador comunista Flávio Dino (PCdoB), abraçando a defesa da presidenta Dilma Rousseff (PT), afirmando enfaticamente que o impeachment é um golpe, as lideranças políticas do Maranhão, bem como parte de seus eleitores, não conseguir entender a posição do governador, que depois de ter sido traído, duas vezes, pelo Partido dos Trabalhadores – PT, principalmente pela executiva nacional, ainda morre de amor por esta sigla.
Em 2010, depois da executiva estadual decidir, diga-se de forma democrática por 87 a 85 votos, apoiar Flávio Dino para governador, a executiva nacional do PT, liderada pelo então presidente Lula (PT), deu um chute nas nádegas dos comunistas maranhenses e decidiu ir com seus antigos aliados, José Sarney e Roseana, ambos do PMDB.
Em 2014, a história se repetiu. Flávio Dino, mais uma vez, foi traído pelos petistas nacionais. A presidenta Dilma Rousseff (PT), autorizou a ministra de Relações Institucionais, Ideli Salvatti, a gravar programa eleitoral para Edinho Lobão (PMDB), dizendo que ele era a esperança do Maranhão.
Ressaltando que, na época, o presidente nacional do partido, Rui Falcão, havia declarado total apoio à candidatura de Lobão Filho. Na ocasião, ele chegou a afirmar que no Maranhão, a cúpula do PT era “PMDB desde criancinha”.
O comportamento do comunista, Flávio Dino, é típico de homem traído pela mulher, que mesmo tomando conhecimento do chifre insiste em não acreditar que sua mulher é infiel, fazendo, inclusive, juras de amor e defendendo-a perante todos, principalmente parentes e amigos!
--- ---