MESMO USANDO RECURSOS PÚBLICOS NA REFORMA DO HOSPITAL JERUSALÉM, HOSPITAL INFANTIL DE AÇAILÂNDIA NUNCA FOI INAUGURADO

Na edição de Nº 59 da revista Saúde News Nordeste, da qual foi capa o então secretario de saúde de Açailândia o medico Denison Gigante, foi feita uma vasta reportagem falando dos “avanços conseguidos” pela sua gestão à frente da secretaria de saúde do município.

O que chamou atenção, é o fato da revista da ênfase ao badalado “Hospital Infantil de Açailândia” que nunca foi aberto à população, e a revista afirma que; ”O Hospital Infantil, viabilizado com recursos públicos e privado, está na reta final para inauguração. A obra, segundo o secretario Denison, possui alto padrão de higiene e arquitetura”.

A pergunta que na quer calar, o que aconteceu com esse Hospital que nunca foi inaugurado? O que aconteceu com os recursos públicos que foram gastos na reforma do Hospital Jerusalém? Como pode uma empresa privada receber recursos públicos e mesmo assim não inaugurar à obra, e muito menos prestar contas à população?

Hoje a população inteira se pergunta, o que foi feito dos equipamentos instalados dentro do que seria o Hospital Infantil de Açailândia, na qual o então secretario posou para fotos da revista? Se os equipamentos e a reforma foram feita com parte de recursos públicos, o mesmo não teria que ser devolvido ao poder público?

Abaixo segue as fotos da reportagem da revista Saúde News edição de numero 59, onde o ex-secretario de saúde da gestão da ex-prefeita Gleide Santos foi capa, e posou dentro das instalações do que seria para ser o Hospital Infantil de Açailândia.









Tecnologia do Blogger.