Ana Hickman questiona reviravolta no caso: 'Ia ver de camarote a família morrer?'

Apresentadora, vítima de atentado em BH, criticou o indiciamento do cunhado dela por homicídio doloso: "Ele só fez aquilo para não morrer"




Marcos Vieira/EM/DA Press

Após a reviravolta no caso do atentado que sofreu em Belo Horizonte, a apresentadora de TV Ana Hickman criticou com veemência o indiciamento do cunhado dela. A Justiça aceitou a denúncia do Ministério Público contra Gustavo Henrique Bello Correa, de 35 anos, por homicídio doloso. "Que homem em sã consciência, vendo as pessoas que ele ama sendo alvejadas, não ia tomar uma atitude?", questionou Ana Hickman, em entrevista à TV Record, veiculada na noite deste domingo.


Gustavo matou o fã da apresentadora Rodrigo Augusto de Pádua, de 30, depois de o rapaz tentar assassiná-la no quarto de um hotel na Região Centro-Sul de Belo Horizonte, no último 21 de maio. O representante do Ministério Público alega que, mesmo depois de disparar uma vez e dar uma rasteira em Rodrigo, momento no qual considera que ele ficou “desfalecido no solo e impossibilitada de oferecer resistência”, Gustavo efetuou outros dois tiros.

De acordo com a apresentadora, a família sofreu outro golpe com o indiciamento do cunhado. "Que pai não ia fazer isso, que irmão não ia fazer isso? Ou ia assistir de camarote, vendo a família morrer? E agora a gente é culpado? Não posso admitir que o Gustavo seja o culpado", desabafou a apresentadora. Apesar dos momentos difíceis que a família atravessa, ela diz não perder a esperança. "A verdade é que eu acredito na Justiça sim e a gente vai mostrar - assim como a perícia já mostrou - que foi legitima defesa. Ele só fez aquilo para não morrer".

O agressor se hospedou no mesmo hotel da equipe da apresentadora, que estava em BH para um evento. A tentativa de assassinato da apresentadora e a morte de Rodrigo ocorreram na tarde de um sábado. Ele se hospedou no hotel no dia anterior, conforme investigações da Polícia Civil, e passou a observar integrantes da equipe da apresentadora a partir do almoço de sábado. Por volta das 14h, ele rendeu o cunhado da apresentadora e o obrigou a levá-lo até o quarto onde estavam Ana Hickmann e sua assessora, Giovana Oliveira, mulher de Gustavo.


Tecnologia do Blogger.