25 de agosto de 2016

A ONDA DE VIOLÊNCIA E INSEGURANÇA QUE SE INSTALOU NO MARANHÃO APÓS O GOVERNO FLÁVIO DINO, TOMA CONTA DE AÇAILÂNDIA.

Seguindo a onda de insegurança que instalou, e tem aumentado de forma estrondosa no Maranhão, após o governo do comunista Flavio Dino. Açailândia, um dos maiores municípios do estado não foge a regra, e vive um caos, um dos piores momentos de violência jamais visto em toda história, após sua emancipação.

De mãos “atadas” sem contingente suficiente para atender o município e toda região de responsabilidade do comando da 5ª companhia independente de Açailândia. Tanto as policias militar e civil, faz o que pode para prestar um bom serviço à população, e esbarra na falta de estrutura, e na própria justiça, pois a policia prende, e sem explicação a justiça “manda soltar os bandidos”. Nesse caso as policias fazem o papel de “enxugar gelo”.

Para se ter uma idéia de como anda a insegurança, existe casos em que a população não acreditando mais no aparelho de segurança pública do estado, está fazendo justiça com as próprias mãos.  Esse fato triste que envergonha o Maranhão e o Brasil, estar se tornando rotineiro no estado, tudo por culpa de uma política de segurança seria e responsável do governo do estado, e também da justiça que teima em beneficiar a bandidagem.

O último concurso público tanto para a policia militar, bombeiros, e policia civil, se o governo quisesse, teria resolvido boa parte da quantidade de efetivos nas corporações. De olho apenas na arrecadação das inscrições do concurso, o governo convocou menos da metade dos aprovados, e mesmo atingindo a meta de pontuação exigida pelo certame, boa parte dos aprovados não foram convocadas, e estão se sentindo lesados pelo governo do estado, que arrecadou milhões de reais, e não cumpriu a meta de convocar os aprovados.

Em cidades pequenas a situação é mais critica ainda, pois a alimentação, alojamento, combustível e manutenção dos destacamentos são bancados pelas prefeituras, e mesmo assim, muitas atrasam os pagamentos, e deixa a policia sem as mínimas condições de prestar um serviço ao menos regular para a população.

Para se ter uma idéia, boa parte da bandidagem percebendo essa fragilidade no inoperante aparelho de segurança do estado, está migrando para cidades pequenas para cometer crimes. Assalto a bancos e correios aumentou em todo maranhão, após os criminosos perceberem a ineficiência da segurança publica do governo do estado.

A onda de insegurança instalada em Açailândia está forçando a população mudar os hábitos, e vem causando um verdadeiro toque de recolher, e mesmo  dentro de casa, o  clima de insegurança é grande e assusta os moradores. Pois a bandidagem vendo a fragilidade da política de segurança do governo comunista Flavio Dino, tem se aproveitado da situação e provocado um verdadeiro terror em toda parte.

Apenas na noite de ontem 24/08, quatros assassinatos aconteceram em Açailândia, dois no bairro Baixão da Vila São Francisco, e outros dois no bairro do Jacú.