16 de agosto de 2016

COMEÇOU O "JOGO POLITICO" O ELEITOR PERGUNTA; E DAI?

Começou a campanha politica, o eleitor faz a seguinte indagação; e dai? O que tenho a ver com isso? Tudo meu caro! Se analisarmos direito, a corrupção generalizada, junto à impunidade faz com que a classe politica caia no descrédito, não é para menos, hoje a maioria das pessoas se mostram indiferentes ou até mesmo revoltados, tanto com os politicos, bem como com justiça. Mesmo assim você tem tudo a ver com isso sim.


Outros, agindo como verdadeiro “analfabetos politicos”, muitas vezes sem nenhuma esperança no futuro, "batem no peito" e diz que não vota em ninguém, não sabendo o mesmo que está com isso fugindo da sua responsabilidade de cidadão, e contribuído para que sejam eleitos os piores políticos, pois o jogo fica menos competitivo, e nessa questão sempre saem vitoriosos os maus políticos.

Pois queiram ou não, tudo nessa vida dependem das decisões politicas, desde o quilo do arroz, do pão, do aluguel. Para termos uma ideia melhor, basta você ver a palavra de Deus, onde se constata uma "disputa politica" constante entre dois caminhos a seguir, o Céu, ou o Inferno.

Mais entendemos a falta de credibilidade na classe politica, não é para menos, com a “generalização da corrupção”, aliada a impunidade, falta de compromisso, a classe politica está ficando cada dia mais  desacreditada, ficando assim cada vez mais difícil a tarefa conquistar o voto do cidadão.

Mais quando se começa o jogo,  e coloca-se o time em campo, a grande maioria esquecem se das indiferenças, quem era contra fica a favor, quem era a favor fica contra, e em alguns casos, pessoas que não tem autocontrole emocional, as disputas se transformam em uma  destruidora de amizades.

O melhor de tudo isso, é que se  esqueçam as indiferenças após as eleições, afinal de contas, a vida tem que continuar, e quem saiu vitorioso nas urnas faça cumprir o seu papel, trabalhando e honrando seus compromissos perante a população, afinal, depois de eleito, termina se também as disputa, e o novo eleito passa a representar a todos.