6 de agosto de 2016

QUAIS OS CRÍTÉRIOS QUE FORAM USADOS PARA ESCOLHER JARDEL BOM JARDIM CANDIDATO A VICE PREFEITO DE BENJAMIM?

Jardel Bom Jardim
Pegou mal, a escolha do nome de Jardel Bom Jardim, como candidato a vice prefeito na chapa de Benjamim de Oliveira (PSDB). A escolha causou um “reboliço” político negativo na cidade, pois normalmente se escolhe um vice que agregue apoios positivos, o que não é o caso, com o desconhecido político Jardel Bom jardim.


E quem é Jardel Bom Jardim?  Pouca gente saberia dizer!  Mais Jardel é fruto da imaginação de “mentes brilhantes” que comandam o diretório municipal do nanico partido (PHS), e juntos com Jardel montaram uma estratégia de marketing com o seguinte objetivo, apenas conseguir emplacar o nome do mesmo, numa eventual vaga de vice de qualquer candidato a prefeito disposto aceitar as demandas do (PHS).

Pois sempre ficou notório, que tanto o (PHS) bem como Jardel Bom Jardim jamais sairiam candidato a prefeito de Açailândia, pois uma campanha política custa caro, precisa de muitos apoios, pois uma eleição não se ganha sem um grupo bem alinhado, e isso ficou mostrado que apenas fizeram uma "encenação", com único objetivo, de se conseguir uma vaga de vice de alguém.

E por acaso esse alguém foi o inexperiente político Benjamim de Oliveira. Pois até o momento nem mesmo os mais experientes no assunto, não conseguem entender que matemática política foi essa usada na escolha do nome de Jardel Bom Jardim. E quais foram os critérios? Caso houve critérios?  Pois vem gerando muitas duvidas essa escolha.

A população de Açailândia contava com certa influencia do ex-prefeito Ildemar Gonçalves na hora de se escolher o vice do candidato do (PSDB), o que ficou notório que não houve tal interferência, pois caso tivesse havido, com certeza a escolha seria de alguém que agregasse votos ao candidato, o que não é o caso com a escolha do desconhecido político Jardel Bom jardim.