26 de agosto de 2016

REDE CEGONHA VAI SER UMA NOVA REALIDADE PARA AS GESTANTES DE AÇAILÂNDIA

Assegurar às mulheres Açailândenses o direito ao planejamento reprodutivo e à atenção humanizada durante a gravidez, o parto e o puerpério, bem como o direito às crianças de terem um nascimento seguro e ao crescimento e desenvolvimento saudáveis, essa é a meta da prefeitura municipal..


Com essa visão, a Secretaria de Saúde de Açailândia (SEMUS) redimensiona as ações preconizadas no projeto Rede Cegonha, do Governo Federal, a partir da reestruturação e modernização do Hospital Municipal de Açailândia (HMA).

No Hospital Municipal de Açailândia (HMA), o projeto de construção da rede Cegonha segue acelerado, e quando estiver pronto, será uma nova realidade, e uma nova historia para a saúde pública do município e da região.

Após a reforma e modernização do Hospital Municipal (HMA). Que também está sendo executada em parceria com a mineradora VALE, e com a chegada da rede Cegonha, as gestantes encontrarão um ambiente climatizado, onde receberão toda assistência com profissionais treinados e capacitados, que lhe proporcione segurança e qualidade no atendimento.

O projeto pretende atender 100% das gestantes Açailândenses. Desde o pré-natal, orientado para iniciar prioritariamente nas Unidades Básicas de Saúde (UBS), elas contarão com acompanhamento até a maternidade, onde conhecerão as equipes de atendimento, instalações, entre outras orientações. A Rede ainda garante a segurança e a assistência ao bebê após o nascimento. 

Com a reforma do Hospital Municipal (HMA), iremos ter um equilíbrio e resolução dos problemas que ora afeta o atendimento a população, a Rede Cegonha vai ser toda equipada com tecnologia de ponta, com isso, as futuras mamães vão se sentir mais seguras e acolhidas pelos nossos serviços”, comenta a gestora de saúde do município Kerly Cardoso. 

Sobre a Rede - A Rede Cegonha é uma estratégia do Ministério da Saúde, que vem sendo implementado gradativamente no país desde 2011. O projeto pretende estruturar e organizar a atenção à saúde materno-infantil, iniciando sua implantação de forma a respeitar o critério epidemiológico, taxa de mortalidade infantil e razão mortalidade materna e densidade populacional.

São quatro os componentes da Rede Cegonha: Pré-natal; Parto e nascimento; Puerpério e atenção integral à saúde da criança; e Sistema logístico (transporte sanitário e regulação).

HMA – Em parceria com a Mineradora Vale, o Hospital Municipal de Açailândia (HMA) está sendo contemplado com a implantação da reforma e modernização no setor de ambientação, com isso, haverá uma melhora significativa em todos  serviços oferecidos aos usuários.