1 de outubro de 2016

INFLUÊNCIA RELIGIOSA NA POLITICA PARTIDARIA DE FORMA NEGATIVA

Prestes a terminar as eleições municipais de 2016, vamos falar sobre um tema difícil e até mesmo devastador digo do ponto de vista ético, que é a influencia negativa de algumas lideranças religiosas na política partidária.


Quando esse posicionamento é feito de forma saudável, tomando se partido por político com o mínimo de credibilidade, ou que seu passado não esteja atrelado à corrupção ou falcatruas, ai sim pode se perceber uma luz no fim do túnel.

Agora quando algumas lideranças religiosas partem para o partidarismo de forma equivocada, mesmo sabendo que existem indícios de corrupção e  interesses obscuros, fato esse difícil de não existir na política Brasileira, ai sim temos que ter muito cuidado, e esperar que o pior possa acontecer.

É inadmissível, quando se percebe que algumas lideranças religiosas, saem levantando falso testemunho, querendo imputar responsabilidades de  coisas erradas a terceiros,  principalmente quando não se tem provas, falando pelos "cotovelos" em anonimato,  pregando mentiras,  acendendo uma "vela para Deus e outra para o diabo",  tentando com isso, tirar proveito político em favor dos seus defendidos.

Deixo aqui apenas um aviso às esses falsos profetas.

A mão de Deus é pesada!  E quem com ferro fere, com ferro será ferido...