24 de dezembro de 2016

Eleição da câmara municipal de Açailândia e o jogo da incerteza


Mais do que o caráter, acredita-se há muito tempo, que se pode conhecer toda a personalidade de uma pessoa, observando a forma como ela lida com o poder que tem condições de exercitar.


Passados as eleições para prefeito e vereadores, uma nova eleição se aproxima para aquele que será o novo presidente da Câmara de Vereadores de Açailândia nos próximos dois anos.
O eleitor fez sua parte, ao eleger com total responsabilidade a nova composição do poder legislativo. E na pratica, a reciproca teria que ser a mesma por parte dos vereadores eleitos, ao escolher o novo presidente da câmara, só que não é bem isso que estar acontecendo.
A câmara municipal de Açailândia é composta de (17) vagas, sendo que na ultima eleição apenas os vereadores Marquinho (PCdoB), Carlinho do Fórum (PTB), Marcio Aníbal (SD), Fânio Mania (PRB), Ancelmo Rocha (PPS), Jarli Adelino (PMN), e Joseli (PCdoB), conseguiram se reeleger.
Os eleitos pela primeira vez para nova legislatura partir de 2017 são os seguintes; Cesar Costa (PTC), Adjakson (PP), Irmão Jorge (PTN, Zelito (DEM, Evandro Gomes (DEM), Ceará (PTdoB), Caibim (SD), Adriano da Saúde (PMDB), Heliomar (PRB), e Joilson do novo Bacabal (PRB).
Ocorre que pela primeira vez, a disputa pela presidência da câmara estar sendo a típica. Enquanto se esperava total lisura e transparência por parte dos novos postulantes, és que surge o famoso grupo G-10, que estar transformando a eleição em um caso emblemático.
Daqueles que pregava seriedade e lisura durante a campanha, como por exemplo, o vereador eleito Zelito (DEM), ou até mesmo o vereador Evandro Gomes (DEM), apenas o jovem vereador campeão de votos Cesar Costa (PTC), vem demostrando amadurecimento, e respeito para com seu eleitor, ao resolver ficar de fora do badalado grupo G-10.
Pois nesse momento, o que seria correto, era os “novatos” abrir mão da “sede de poder”, e agir como vem fazendo o vereador eleito Cesar Costa (PTC), e ganhar um mínimo de experiência como parlamentar, para ai sim, já um pouco experiente, ir em busca de vôo mais alto.
Comenta se nos bastidores, que o grupo G-10 vai lançar o nome do vereador eleito Ceará (PTdoB), como postulante ao cargo de presidente da câmara municipal, que deve disputar com o vereador e atual presidente da casa Ancelmo Rocha.
O que a população esperava dos vereadores, era  uma eleição limpa e acima de tudo, baseada na seriedade transparência. Visto que hoje, a classe politica estar muito desgastada perante a opinião pública, e um cargo de presidente de uma câmara é coisa seria, e tem que ser ocupado por alguém que esteja à altura do cargo.
Por tanto, os possíveis componentes do grupo G-10 talvez nesse momento não observem que estão se desgastando politicamente, que estão sendo monitorados pelos seus eleitores, e que qualquer pisada na “bola”, qualquer desvio de conduta, o eleitor não perdoa, e dar o troco nas próximas eleições.
“Se quiser por à prova o caráter de um homem, dê-lhe poder.” Abraham Lincoln. 
--- ---