4 de janeiro de 2017

Assis nomeia ex-secretário de Comunicação de Roseana suspeito de desvios milionários

O prefeito de Imperatriz, Assis Ramos (PMDB), tem se cercado de pupilos da ex-governadora Roseana Sarney (PMDB) para compor o seu secretariado. Um exemplo é Sérgio Macedo que acaba de ser nomeado secretário de Comunicação. Macedo é suspeito de desvios milionários quando comandou a Secom do Governo do Estado e é visto no meio jornalístico como “persona non grata”, pela forma truculenta adotada em sua gestão.
Sérgio Macedo foi acusado pela Procuradoria Geral do Estado de aproveitar as comemorações dos 400 anos de São Luís para desviar recursos públicos em parceria com o ex-deputado Nan Souza, presidente da Fundação São Luís Convention & Visitors Bureau. Em Ação Civil Pública, assinada pela procuradora Renata Bessa da Silva Castro, a PGE pede a condenação de Macedo por improbidade administrativa e o ressarcimento de R$ 30 milhões. Além disso, durante sua gestão na Secom, o jornalista é acusado de priorizar e fazer pagamentos milionários ao Sistema Mirante e agências publicitárias escolhidas “a dedo”.
O novo chefe da comunicação de Imperatriz sempre foi responsável por campanhas eleitorais de aliados da ex-governadora Roseana Sarney e ganhou a benção da tutora para o novo desafio no interior do Estado. Sem muito a oferecer, o grupo Sarney anda cobrando de prefeitos aliados cargos para encaixar alguns nomes que sempre fizeram parte do clã.
Assis Ramos que abra o olho, Sérgio sempre teve um relacionamento difícil com a categoria e seu passado como gestor abre muitas controvérsias. O delegado que assumiu o discurso de “moralização” da prefeitura, começa seu mandato com uma atitude bem diferente…