21 de março de 2017

Homem marca encontro com mulher casada, é surpreendido pelo marido e apanha sem dó


Um caso curioso aconteceu dias atrás, foi filmado e está ganhando a internet. Um homem não identificado deu em cima da mulher de um amigo, ela fingiu cair na conversa do “fura-olho” e o convidou para ir à sua casa já que Leonardo, seu marido, não estaria. Só que quando o #Talarico chegou ao local foi recebido pelo amigo Léo e não pela mulher. O clima, claro, esquentou e Léo encheu o ex-amigo de pancada.


O local em que a história aconteceu também não foi identificado, mas pelo que se comenta em redes sociais deve ter sido na região da Grande São Paulo. As imagens foram feitas pela mulher que estava sendo assediada.

O homem, cujo nome não foi identificado, caiu na conversa da mulher do amigo. Ele chegou ao local de moto, com capacete na cabeça e foi recebido por Léo. “O que você está fazendo aqui?”, pergunta o amigo casado.

O talarico tentou argumentar. “Calma, Léo. Por favor, Léo. Faz isso não, Léo”, disse o homem durante uns 40 segundos, tentando se explicar. A partir do tempo de 50 segundos de vídeo, Léo começou a agredir o amigo traidor com socos, chutes e uma rasteira. “Você quer acabar com a minha família?”, pergunta o marido que teve a esposa assediada.

O ex-amigo não revida e faz um pedido: “Faz isso comigo não, Léo”. Léo abre o portão e expulsa o “fura-olho” de sua casa aos pontapés. As pessoas na rua tentam entender o que está acontecendo. As cenas de agressão continuam.

“O que aconteceu?”, pergunta um vizinho. “Esse é pilantra, quer estragar a família de todo mundo esse aí”, disse a mulher. Quando ela diz que o homem é talarico, alguns vizinhos começam a chama-lo assim: “talarico, talarico”. O vídeo tem 2 minutos e 24 segundos.
 
Talarico é um termo usado em algumas regiões brasileiras para designar o homem que se relaciona com mulher comprometida. Uma pesquisa rápida na internet mostra que os talaricos estão em uma categoria odiada. Acredita-se, por exemplo, que, entre os bandidos, talarico ocupa um lugar de desprezo quase próximo de estupradores.

Assista ao vídeo do homem que assediou a mulher do amigo: