DAYANE LIMA NUTRICIONISTA

DAYANE LIMA NUTRICIONISTA

18 de abril de 2017

Secretaria Saúde de Açailândia está realizando o (LIRA) Levantamento de Índice Rápido do Aedes


A Secretaria Municipal de Saúde de Açailândia, por meio do setor de Combate a Endemias, deu inicio ontem 17/04, atendendo a normatização do ministério da saúde, ao (LIRA), (Levantamento de Índice Rápido do Aedes) do ano 2017. O encerramento vai acontecer na próxima quinta-feira dia 21/04.

O (LIRA) é uma metodologia que ajuda a mapear os locais com índices de infestação do mosquito Aedes aegypti, e, consequentemente, alertar a população sobre os possíveis pontos de risco de epidemia das doenças.

Os agentes de endemias coleta materiais para exame em laboratório de 20% dos imóveis urbanos normalmente inspecionados. O trabalho está sendo realizado, obedecendo à nova sistemática do Ministério de Saúde, em divulgar os números sobre a incidência do Aedes aegypti.

De acordo com a secretaria de saúde do município Kerly Cardoso, esta ação é realizada pelos Agentes de Combate a Endemias em toda a área urbana. O objetivo do levantamento é identificar as áreas com mais ocorrência de focos do mosquito e os criadouros predominantes.

A secretaria fez questão de agradecer de público à parceria com a gerência de saúde do estado, na pessoa do senhor Neto. Disse ainda que; diante dessas informações obtidas com o (LIRA), cria-se a possiblidade de intensificação das ações de combate à dengue e outras doenças nos locais com maior presença do mosquito transmissor. Informou Kerly Cardoso. 

De acordo com o Coordenador do Setor de Combate a Endemias, Leomar da Silva Mota, os agentes têm atuado diariamente no combate e prevenção visitando os imóveis do município e também está realizando mutirões nas áreas mais críticas, com maior proliferação do mosquito Aedes Aegypti, transmissor de doenças como dengue, zika, chikungunya e febre amarela.

Leomar lembra que mesmo com o trabalho intenso do setor, é preciso que a população continue atenta aos cuidados. “Precisamos muito da colaboração de toda a população, só assim teremos um resultado positivo e diminuirmos consideravelmente o número de casos destas doenças em nossa cidade”. Comentou.