DAYANE LIMA NUTRICIONISTA

DAYANE LIMA NUTRICIONISTA

16 de junho de 2017

Vereadores denunciam prefeito de Porto Franco à Promotoria por tentativa de suborno


Fonte:netoferreira.com.br

Os vereadores de Porto Franco, Nalva Veras, Rubens Sá e Felipe Aguiar denunciaram o prefeito Nelson Horácio ao Ministério Público por tentativa de suborno.

Na denúncia, os parlamentares afirmam que o gestor tentou cooptá-los com intuito de manter a maioria na Câmara dos Vereadores, para que todos atuassem em prol dele.
Nalva, Rubens e Felipe chegaram a gravar o prefeito durante uma reunião, na ocasião ele tenta suborná-los. 
O prefeito de Porto Franco, Nelson Horácio, foi gravado durante um encontro com vereadores, realizado na cidade de Imperatriz.
Blog do Neto Ferreira teve acesso, com exclusividade, ao áudio que durou 58 minutos e 11 segundos. Na reunião, dialogam os vereadores Nalva Veras, Rubens Sá, Felipe Aguiar (oposição), Elias Pastinha, Semeão Sobral Vilela, e Gedeon Gonçalves, o Amigão (governo), e o prefeito Nelson, acerca de repasses que seriam feitos pelo gestor para que os parlamentares atuassem em prol da Prefeitura.
Em trechos da gravação, Nelson questiona a Nalva, Rubens e Felipe quais são as “demandas” que terão que ser resolvidas e oferece dinheiro a eles.
Leia o diálogo:
“Bota aí oh”, ordena Nelson ao falar sobre as “demandas” e o vereador Semeão questiona: as reivindicações? E o prefeito responde: “bota aí, fica conversando de mais. Reivindicações aí do governo.”
Em outro trecho, o vereador Elias Pastinha fala: “vou dizer uma coisa bem aqui, assim aí é interessante”; o prefeito pede: “vamos resumir, vamos falar no valor mensal.” E o Amigão confirma: “isso”.
Em seguida, todos os vereadores colocam as suas reivindicações para Nelson.
Logo após, o gestor fala: “esse aqui já disse que prefere combustível, às vezes tu prefere outra coisa, o Semeão tem as demandas dele. QUAL VALOR MENSAL?”. E continua: “não, eu tô falando sério pô, diga aí, nós não estamos fazendo nada de coisa errada não, isso aqui é a demanda que vocês vão precisar”.
O parlamentar Felipe entrega o papel com o valor combinado no valor de R$ 3.000 mil ao prefeito. Ao olhar o que estava escrito o papel, Nelson se assusta com o valor que constava: “égua dois mil (em tom de brincadeira, como que pedindo pra baixar o valor )”
A vereadora Nalva sorriu e Semeão afirmou que teriam que negociar. “tá querendo 3 mil por mês, aí vamos negociar”
Em outro trecho da conversa, Elias Pastinha pergunta sobre o vereador Rubens de Sá, querendo saber quanto o parlamentar iria pedir.
O prefeito volta a perguntar:” E aí? Quero saber se isso ai é a posição de todo mundo? Num olha olha pra mim não, tá olhando pra mim
Semeão confirma que para ele está bom o valor dado pelo prefeito: “tá bom de mais eu nunca ganhei esse tanto na vida!” E Nelson questiona novamente: “sim e AÍ? isso aí não? (Inaudível) deixa eu botar o celular bem aqui.”
E o Amigão pergunta “e o dela cadê?”, se referindo à vereadora Nalva.
A íntegra do áudio será divulgada na próxima matéria. Aguardem!
Veja abaixo os depoimentos dos parlamentares: