COMPRE DIRETO DA CHINA SEM INTERMEDIARIO

7 de julho de 2017

Como já era esperado, Senado Federal empurrou a corrupção para debaixo do tapete, ao blindar senador Aécio Neves.


Enquanto o juiz Federal Sérgio Moro tenta a todo custo moralizar o país da corrupção, punindo bandidos e figurões antes intocáveis do mundo da criminalidade brasileira, o magistrado é atacado todos os dias, a mando dos chefões das organizações criminosas, como o PT por exemplo.

Embora Moro trabalhe quase que sozinho, como uma “andorinha”, ou seja, que “voando sozinha não faz verão”, mesmo assim, o magistrado é a única esperança da maioria do povo brasileiro de bem, que já não acredita mais na justiça, muito menos na maioria dos políticos. Um povo que sonha um dia, contar com um país sério e decente para-se morar.
O SENADO FEDERAL, a CÂMARA DOS DEPUTADOS, STF, STJ, TSE, BEM COMO TODOS OS TRIBUNAIS DE JUSTIÇAS DE TODO BRASIL, bem, esses órgãos, a cada dia caem nos descrédito, e só envergonha a todos, com suas decisões absurdas, sempre preservando e protegendo bandidos.
Veja a decisão absurda que os “nobres” senadores fizeram, para proteger e blindar o colega Aécio Neves, mesmo diante de todas as provas, como áudio, vídeo, onde se comprova que o mesmo não passa de um criminoso, e como criminoso deveria pagar pelos seus crimes.
Com o arquivamento vergonhoso do processo feito pelo Senador João Alberto (PMDB), o senado dá um "tapa na cara do povo". Veja isso, ao recorrer da decisão, os dois partidos conseguiram levar o caso a ser decidido pelo plenário do Conselho, e perderam por 11 a 4.
Aécio contou com o apoio do senador Maranhense Roberto Rocha (PSB), atual corregedor da Casa. 
Votaram a favor do recurso apenas os senadores Lasier Martins, Jose Pimentel, João Capiberibe, Antônio Carlos Valadares, e só votaram favor, não porque são bonzinhos, apenas por conveniência do momento, do contrário, todos estaria apoiando o colega.
Veja abaixo como votaram os senadores no caso.
Contra o recurso que pedia a cassação:
Airton Sandoval (PMDB-SP)
Romero Jucá (PMDB-RR)
Hélio José (PMDB- DF)
Davi Alcolumbre (DEM-AP)
Flexa Ribeiro (PSDB-PA)
Eduardo Amorim (PSDB-SE)
Gladson Cameli (PP-AC)
Acir Gurgacz (PDT-RO)
Telmário Mota (PTB-RR)
Pedro Chaves (PSC-MS)
Roberto Rocha (PSB-MA)
João Alberto (PMDB-MA) – 
para registro
A favor do recurso:
Lasier Martins (PSD-RS)
José Pimentel (PT-CE)
João Capiberibe (PSB-AP)
Antônio Carlos Valadares (PSB-SE)

--- ---

COMPRE DIRETO DA CHINA SEM INTERMEDIARIO