27 de setembro de 2017

Hospital novinho virou “elefante branco” na gestão do Governador Flavio Dino

O que era para ser um Hospital de 20 leitos, para atender uma população carente de tudo, se transformou em um pesadelo, em mais um “elefante branco” dessa vez, no município de Buritirana na região Tocantina Maranhense.


A obra que foi iniciada ainda no governo de Roseana Sarney em 2014, através do programa Saúde é Vida, tinha previsão de ser inaugurada em fevereiro de 2015. Mesmo concluído, o que era para ser um hospital, continua abandonado, se deteriorando pela ação do tempo.

Na época, em 2014, o governo do estado, deixou em caixa os valores necessários para a compra dos equipamentos, e o custeio de sua operação depois que estivesse funcionando. E até o momento, a população para conseguir tratamento, tem que se deslocar até o município de Imperatriz.

Equipamentos como Grupo Gerador, mesa cirúrgica, autoclave, Lavanderia, Raios-X ainda foram adquiridos e visto no local embalados. Hoje ninguém sabe ao certo que fim levou tais equipamentos, de responsabilidade do governo do estado.

Passado todo esse tempo, ou seja, cinco anos, nada foi feito pelo governo do estado, e a unidade que era para está atendendo a população, continua fechada, sem nenhuma previsão de inauguração. É dinheiro público jogado pelo ralo.

O prefeito municipal Vagtônio Brandão, tem tentado de tudo junto ao governador Flavio Dino (PCdoB), para ver se consegue colocar em funcionamento a unidade de saúde, só que até agora todos os esforços do gestor foram em vão.

Se o hospital municipal de Buritirana estivesse funcionando, ajudava há desafogar um pouco, o já tumultuado serviço de saúde do município de Imperatriz. Alem de disso, diminuiria muito o sofrimento da população de Buritirana. População essa, que não conta com nenhum Hospital no município.

Se estivesse em operação, o Hospital iria dispor de Serviço de Pronto Atendimento (SPA) 24 horas, consultórios, enfermarias com 20 leitos de internação, centro de parto normal, farmácia, setor de exames laboratoriais e raios-x.




--- ---