Nove instituições receberão apoio da Fundação Cargill para projetos na área de alimentação em 2018

Iniciativas de Barreiras, Chapecó, Goiânia, Itapira, Santarém, Santos e São Paulo foram selecionados via edital e beneficiarão mais de duas mil pessoas

A Fundação Cargill, que atua na promoção da alimentação saudável, segura, sustentável e acessível, selecionou nove projetos no Edital 2018. Localizadas em sete cidades brasileiras, as instituições responsáveis receberão apoio financeiro e de gestão da Fundação Cargill durante o ano de 2018 para transformação social e geração de valor na cadeia da alimentação.

As iniciativas de Barreiras, Chapecó, Goiânia, Itapira, Santarém, Santos e São Paulo foram escolhidas pela possibilidade de seu impacto transformador na área de alimentação e o potencial para serem replicadas em outras localidades e instituições. Juntas, elas beneficiarão 2.288 pessoas. "Para a seleção, consideramos questões como o planejamento e gestão, o impacto e a relevância do projeto, seu poder de transformação, seu potencial de inovação e sustentabilidade, além de alinhamento entre o propósito e a missão da Fundação Cargill", explica Yuri Feres, diretor-presidente da Fundação Cargill. Segundo ele, o edital 2018 recebeu inscrições de 168 projetos de 141 instituições presentes em 14 estados brasileiros.

Confira as instituições e projetos selecionados:

Barreiras (BA)

Na Bahia, o Instituto Avançado de Ensino Superior de Barreiras implantará uma estrutura de pesquisa e geração de tecnologia para agregar valor aos frutos do cerrado, capacitando e promovendo o empreendedorismo da comunidade rural. O projeto Frutos do cerrado receberá apoio da Fundação Cargill para iniciar com a pesquisa de um fruto sazonal da região, o cajuí. Com isso, pretende-se entender e mapear a viabilidade econômica e as propriedades nutricionais do fruto, além de treinar agricultores locais para produzirem o cajuí.

Chapecó (SC)

A Viver Ações Sociais receberá verba para equipar uma cozinha experimental que servirá para qualificar 240 profissionais que vivem em vulnerabilidade social. Por meio do projeto Pão para VIVER, os cursos de massas, panificação e confeitaria ministrados em parceria com o Sebrae e Senac atenderão a demanda crescente por profissionais de panificação na região e fomentará o empreendedorismo da comunidade.

Goiânia (GO)

O Programa de Educação Alimentar e Nutricional desenvolvido pela Universidade Federal de Goiás (UFG), voltado para tratamento e prevenção de doenças cardiovasculares de 200 crianças de Santo Antônio de Goiás, é um dos projetos escolhidos pela Fundação Cargill no Edital 2018. Por meio de atividades para conscientizar as famílias dos escolares sobre a importância da alimentação adequada e oficinas que visam melhorar a qualidade da merenda escolar ofertada pela escola municipal e aumentar o consumo de cascas, folhas, talos e sementes a partir do aproveitamento integral do alimento, o projeto tem como objetivo reduzir em 50% a prevalência dos fatores de risco cardiovasculares, em um período de 12 meses; Aumentar em 50% o consumo diário de frutas e hortaliças e reduzir em 50% o consumo diário de alimentos ricos em açúcar refinado; Atingir 30% de utilização do recurso, repassado pelo Fundo Nacional de Desenvolvimento da Educação (FNDE), para a merenda escolar na compra de gêneros alimentícios da agricultura familiar.

Itapira (SP)

Para contribuir com o desenvolvimento de práticas alimentares mais saudáveis na rede de escolas de Educação Infantil da cidade de Itapira, no interior de São Paulo, a Fundação Cargill selecionou o projeto Comer na Escola Serve para quê? da instituição Avisa Lá. A iniciativa apoiará a Secretaria Municipal de Educação na formação de profissionais responsáveis pelas merendas que contribuirão para a mudança de procedimentos, serviços e rotinas de alimentação na escola. Também serão realizadas atividades para que as crianças construam conhecimentos, atitudes e procedimentos relativos à alimentação para a efetivação de hábitos mais saudáveis. As famílias destas crianças também serão inclusas no trabalho da escola, o que totaliza 1.450 pessoas beneficiadas.

Santarém (PA)

O Projeto Alto Arapiuns de Segurança Alimentar e Conservação Ambiental do Aeroclube de Voo e Vela CTA, que visa melhorar a geração adicional de renda dos integrantes das comunidades ribeirinhas na bacia de afluentes do rio Arapiuns, foi novamente selecionado pela Fundação Cargill para receber apoio financeiro e de gestão. O foco deste novo aporte será a complementação dos sistemas de irrigação das plantações de pimenta-do-reino produzidas para a comercialização. Com isso, espera-se que as perdas passem de 50% a 15%. Para isso, serão instalados poços e/ou motobombas para irrigação de 15 roças e acompanhamento mensal das 18 roças pelo agrônomo ou técnico agrícola, além de ações para a melhora da nutrição da comunidade e conservação da floresta.

Santos (SP)

A ampliação, reforma, adequação física e estrutural da atual Cozinha Experimental do Lar das Moças Cegas será possível com o apoio da Fundação Cargill. O ambiente receberá móveis, equipamentos e utensílios necessários para o ensino e a fabricação de pães, massas e doces. Chamado de Padaria Inclusiva, o projeto visa a formação de 250 pessoas com deficiência visual como mão de obra especializada para o mercado de trabalho.

São Paulo (SP)

Em São Paulo, a Fundação Cargill selecionou três projetos. Um deles é o Bota na Mesa, desenvolvido pela Fundação Getúlio Vargas, que visa incluir a agricultura familiar nas cadeias de alimento em grandes centros urbanos. Para isso, prevê a disseminação de diretrizes públicas e empresariais. Seus principais objetivos são mobilizar diversos atores da cadeia de alimentos para dialogar sobre principais desafios da inclusão da agricultura familiar; construir diretrizes de atuação em relação aos desafios priorizados; identificar soluções inovadoras para o sistema agroalimentar e conectá-los à rede do projeto; apoiar e disseminar a adoção das diretrizes construídas ao longo do projeto. Cerca de 200 pessoas deverão ser beneficiadas com essa iniciativa.

Já a Fazenda Aquapônica Urbana, da Associação Reciclázaro, visa implementar duas novas técnicas de produção de alimento em meio urbano com a utilização da aquaponia vertical e aeroponia, ou seja, combinação de peixes e plantas. Com isso, espera-se um aumento na produção de alimentos e na otimização dos espaços em meio urbano. Os 240 alunos da instituição receberão treinamentos sobre processos e expansão da técnica.

Outro projeto selecionado é o Sabores e Conexões, idealizado pela ONG Arrastão Movimento de Promoção Humana. A iniciativa visa capacitar jovens e adultos para a criação de negócios na área de alimentação, acessíveis às comunidades de baixa renda, usando ferramentas de negócio e tecnologia. Para isso, 72 jovens e adultos aprenderão sobre as competências básicas na produção de alimentos saudáveis, dentro das diretrizes e normas vigentes, e competências interpessoais e de planejamento e gestão de micro negócios no segmento alimentos saudáveis.

Sobre a Fundação Cargill

Há mais de 40 anos, a Fundação Cargill tem sido um agente transformador nas comunidades e causas em que atua. Seu foco de atuação está voltado à promoção da alimentação saudável, segura, sustentável e acessível, com iniciativas que vão desde o campo até o consumidor final. Em 2017, a Fundação Cargill desenvolveu e apoiou 45 projetos em 61 municípios, além de fomentar o trabalho de 51 comitês de voluntariado corporativo. Com a ajuda de 852 voluntários, a instituição beneficiou 51.554 pessoas. Mais informações:www.alimentacaoemfoco.com.br.


Sobre a Cargill

A Cargill produz e comercializa internacionalmente produtos e serviços alimentícios, agrícolas, financeiros e industriais. Em parceria com produtores, clientes, governos e comunidades, e por meio de 150 anos de experiência, ajuda a sociedade a prosperar. Possui 155 mil funcionários em 70 países que estão comprometidos em alimentar o mundo de forma responsável, reduzindo impactos ambientais e melhorando as comunidades onde vivem e trabalham. No Brasil desde 1965, é uma das maiores indústrias de alimentos do País. Com sede em São Paulo (SP), a empresa está presente em 17 Estados brasileiros por meio de unidades industriais e escritórios em 191 municípios e mais de 10 mil funcionários. Para mais informações, visitewww.cargill.com e a central de notícias.

Tecnologia do Blogger.