Médico piauiense preso na operação contra desvios de recursos na saúde do Maranhão, foi encontrado morto em Teresina

O médico Mariano de Castro Silva cometeu suicídio por volta das 20 horas desta quinta-feira (12) em Teresina. De acordo com informações que chegam ao eliaslacerda.com, ele foi encontrado morto com uma corda no apartamento dele, na Ininga, em Teresina.


Médico da regulação do estado do Maranhão, Dr. Mariano de Castro Silva chegou a ser preso em novembro do ano passado junto com a ex-subsecretária de saúde do estado do Maranhão, Rosângela Curado na operação da polícia federal denominada de “Pegadores”. A operação foi bastante questionada na imprensa e muitos veículos de comunicação a classificaram de política, pois não conseguiu apresentar provas contra um suposto desvio de recursos públicos federais que estaria acontecendo na rede de saúde do estado.

Entre amigos do médico, há informações de que ele teria ficado depressivo após a prisão.

Dr. Mariano de Castro Silva deixou dois filhos e a esposa.
Tecnologia do Blogger.