O Brasil condenado pela corrupção endémica



O Brasil está condenado para sempre, a conviver com a corrupção endémica que já tomou de conta de tudo. Seja na politica, seja no judiciário, seja nas pessoas comuns, em todos os ambientes, é possível perceber uma verdadeira epidemia de corrupção. E o pior de tudo, é um caminho sem volta.

Muitos que se rotulam de honestos, só que na realidade tentam tirar proveito de tudo. Como exemplo, viajar a trabalho e fraudar notas fiscais para ficar com mais dinheiro, Fingir que está dormindo no ónibus, para não dar lugar a um idoso ou uma grávida, Jogar lixo na rua e descartar esgoto irregularmente, usar AZBox ou puxar a TV a cabo do vizinho, pegar (ou comprar) atestado médico para faltar o trabalho. Fraudar o imposto de renda para pagar menos impostos e beber e dirigir

O Brasil talvez seja o único país do mundo, onde a inversão de valores cresce assustadoramente. E aquele que se levanta contra a corrupção, que procura fazer um trabalho sério, para punir os foras da lei, se torna vitimas do próprio povo. Povo esse, que faz vídeo para a TV Globo, dizendo que quer um país livre da corrupção, e ao mesmo tempo, é o primeiro a apoiar e defender na maior cara de pau, aqueles que dilapidam o património publico.

O Brasil para dá certo um dia, teria que recomeçar do zero, teria que ser fechado para balanço, fazer uma nova constituição, um novo congresso nacional. E essa nova composição teria ser assim, 27 deputados federais, 27 senadores, 27 deputados estaduais para cada estado, e acabar com câmaras municipais e a função de vereador, pois não contribuem em nada. Já os membros dos tribunais de justiças, incluindo ministros do STF, TSE, E STJ, todos teria que assumir tais cargos, através de concursos públicos.

Um novo instituto de previdência teria que ser criado, onde houvesse uma cota máxima estabelecida em que ninguém poderia receber até um determinado valor. E outra, que cada cidadão só receberia como aposentadoria, baseado no que o mesmo contribuiu ao longo da vida. Já empresas como exemplo, Petrobras, Correios, Eletrobrás, etc. todas teria ser vendidas para a iniciativa privada, afinal empresa controlada pelo governo só serve para duas coisas, ter recursos desviados, e ser cabide de empregos para apadrinhados políticos.


Tecnologia do Blogger.