“Carro Fumacê” já percorre ruas e avenidas de Açailândia no combate ao mosquito da dengue

Com o objetivo de intensificar as atividades de contingência ao mosquito Aedes Aegypti, a Prefeitura de Açailândia, em parceria com a Unidade Regional de Saúde, por meio da Secretaria Municipal de Saúde, já deu início a mais uma “Operação Carro-Fumacê”. O foco é da ação é combater, eliminar, declarando guerra ao mosquito transmissor da dengue, zika e chikungunya no município de Açailândia.


A orientação da equipe do Setor de Endemias é que os moradores colaborem com a operação, mantendo as janelas e portas abertas quando o carro-fumacê passar pelas ruas da cidade realizando a pulverização do inseticida.

Para que a população saiba e entenda a importância do serviço, o “Carro-Fumacê”, pulveriza o inseticida em névoa e mata os insetos adultos enquanto estão voando. O mosquito tem hábitos específicos e tem sua maior atividade no crepúsculo, que é uma luminosidade de intensidade crescente ao amanhecer e decrescente ao anoitecer

A Secretaria Municipal de Saúde, esclarece à população de Açailândia sobre a importância de combater os criadouros do mosquito Aedes aegypti, bem como a utilização do carro UBV-Fumacê.

De acordo com normas do Ministério da Saúde, a utilização do equipamento só é indicada em localidades onde existem altos índices de infestação do Aedes aegypti e transmissão da dengue com casos notificados. Segundo o Departamento de Vigilância em Saúde do município, existem critérios técnicos para a solicitação e aplicação do fumacê.

É importante salientar que o inseticida é pulverizado com óleo vegetal para possibilitar fumaça e fixação. Atualmente, a eficácia deste procedimento é contestada, uma vez que só atinge o mosquito alado (adulto), sem combater os ovos e larvas do mosquito.

A aplicação do inseticida de maneira espacial é feita de forma emergencial e complementar às demais técnicas de enfrentamento. Por isso, é preciso que a população colabore com as ações de prevenção e bloqueio de transmissão, além da eliminação de focos do mosquito, realizando os mutirões de limpeza.

Outros dados que merecem destaque quanto ao uso do fumacê, são relacionados ao clima. Se o vento estiver forte, leva o inseticida embora. Não pode estar chovendo e há horários específicos em que a nuvem do produto percorre o espaço necessário para atingir o mosquito. Quando o carro fumacê passa na frente de uma casa com muro alto, por exemplo, o veneno não chega até o fundo dos terrenos. Por esse motivo, é necessário e de grande valia que os moradores colaborem com o serviço, deixando as portas e janelas abertas na hora em que o “Fumacê” estiver passando.

Independente do carro-Fumacê, a Secretaria Municipal de Saúde continua desenvolvendo um intenso trabalho no combate ao mosquito transmissor da dengue, zika e chikungunya, com ações norteadas pelo Plano Municipal de Controle das Arboviroses. Além disso, a Secretaria tem utilizado todos os mecanismos possíveis no combate à proliferação do mosquito, bem como no atendimento adequado para os casos de suspeita da doença, além do trabalho dos Agentes de Endemias visitando casa por casa de acordo com o cronograma de trabalho.

ASCOM-PMA – Por: Antônio Maria
Tecnologia do Blogger.