Educação com Bolsonaro: mais conteúdo, sem doutrinação


Sabemos que a educação em nosso país é o retrato da ineficiência, com gastos incompatíveis com a qualidade educacional oferecida, segundo dados da ONU.

Além da falta de qualidade, o número de alunos que deixam a escola assusta: dos 51,6 milhões de jovens brasileiros, entre 14 e 29 anos de idade, quase metade não completou o Ensino Médio, de acordo com o IBGE - 2017.


Conteúdo e método de ensino precisam ser mudados. No governo de Jair Bolsonaro, a prioridade será a Educação Básica e o Ensino Médio e Técnico. Haverá mudança no método de gestão, além de revisão e modernização do currículo. Escolas precisam ensinar português, matemática, química, biologia, enfim, matérias relevantes para a formação dos alunos, sem doutrinação ou incentivo precoce à sexualização.



Atualmente, as três esferas funcionam de maneira isolada no ensino do Brasil: o Governo Federal foca mais no ensino superior; os governos estaduais, na educação média/técnica; e os municípios, no ensino fundamental. Jair Bolsonaro quer executar uma estratégia de integração, para que os três níveis governamentais dialoguem entre si. Além disso, a equipe do Capitão pretende mudar a Base Nacional Comum Curricular (BNCC), impedindo a aprovação automática. O aluno voltará a ter disciplina e o professor, o respeito em sala de aula.


Educação à distância
Ao contrário do que é divulgado pela oposição, Jair Bolsonaro não quer acabar com o emprego do professor e deixar alunos desamparados, instituindo a educação a distância para substituir as aulas presenciais. Nosso Capitão quer que alunos que tenham dificuldades para ir à escola, por morarem em regiões remotas, possam ser contemplados com oferta de ensino de qualidade, em casa. Segundo a proposta, algumas disciplinas podem ser oferecidas usando esse recurso, para que todos tenham oportunidade de aprender e se desenvolver. Por isso, não acredite em tudo o que a imprensa ou a propaganda eleitoral de oposição mostra. Cheque a notícia, se informe, busque a verdade e escolha o melhor para o nosso Brasil!

No dia 28/10, escolha o presidente que enxerga as necessidades de todo o país, e respeita as especificidades de cada região. Vote Bolsonaro 17!

Da Assessoria
Tecnologia do Blogger.