Zilu Camargo afirma que Brasil precisa levar um choque para mudar: 'Vou de Bolsonaro na cabeça'


BARRETOS, SP (FOLHAPRESS) - A empresária Zilu Godói Camargo, 60, afirmou que o Brasil precisa de um choque de realidade e de um presidente que possa pensar primeiro nos brasileiros, como aconteceu nos Estados Unidos com a eleição do republicano Donald Trump.

Para ela, o deputado Jair Bolsonaro (PSL) é o candidato à Presidência que pode mudar a atual situação pelo qual o país passa, pois seria a "pessoa que bate pesado". "Meu voto não é secreto não. Vou de Bolsonaro na cabeça. Gosto muito e vou votar nele. Acredito que o país precisa levar um choque para mudar. E ele é a pessoa que bate pesado", disse a empresária, que completa sete meses de namoro com o fotógrafo Marco Augusto Ruggiero, neste sábado (25).
Ela afirmou ainda que Bolsonaro tem coragem para mudar o Brasil e que as pessoas tendem a criticar e a mudar o discurso do candidato sem ao menos conhecê-lo. "Se ele tem coragem de encarar, ele vai ter coragem de mudar o Brasil. Acredito muito nisso. [...] As pessoas querem criticar, e mudam o teu discurso. E elas falam o que elas querem. E não é bem assim. Assista, ouça, e estude a história do cara e assim você pode falar alguma coisa."
Na primeira pesquisa estimulada do Datafolha sobre o cenário eleitoral, o ex-presidente Luiz Inácio Lula da Silva (PT) Preso condenado por corrupção e virtualmente inelegível,  tem 39% das intenções de voto.  Já Bolsonaro aparece com 19%, em segundo lugar. Sem Lula, o depuado é o mais votado com 22%. 
Zilu rememorou ainda que as pessoas criticavam os americanos por terem votado em Trump e que hoje ele é benquisto. "Todo mundo falou que os americanos estavam loucos ao votar em Trump. E hoje se você fala [mal] do Trump nos EUA, você apanha porque ele está sendo o melhor governante do país. E acredito nisso para o Brasil. Precisamos dar um choque de realidade."
 "Trump foi uma pessoa que fez os EUA voltarem ao que era", complementa o namorado, que também votará no deputado. "Ele é o presidente dos americanos. Nós precisamos de um presidente para os brasileiros. Para entender o que precisamos aqui. [...] Acho que ele [Bolsonaro] vai dar esse choque no Brasil e acredito muito nele", afirma Zilu.
Sobre o desempenho de Lula, a empresária afirma ser incabível ter um candidato condenado participando do processo eleitoral. "E incabível falar sobre esse assunto. Se o cara está preso é porque foi comprovado."
Apesar de declarar seu voto em Bolsonaro e estar confiante no desempenho do parlamentar, Zilu diz que, como todo mundo, pode errar também. "A gente erra também. Já votei errado. Votei em gente que foi um desastre para o Brasil. Às vezes a gente não acerta."
Zilu e o namorado, Marco Riggiero, estiveram presentes no primeiro fim de semana na Festa do Peão de Barretos (a 423 km de São Paulo). Na noite desta sexta (24), o evento teve a presença do DJ Alok, que apresentou suas batidas eletrônicas sob chuva. 
O brasileiro, que já havia participado do festival há dois anos, tocou sucessos próprios, como "Hear Me Now" e "Ocean", além de muitos outros, como  "Titanium", de David Guett,  "My Life", de Bon Jovi,  e até  "Não Quero Dinheiro, Só Quero Amar", de Tim Maia, na voz de Tiago Abravanel. 
Além dele, a festa teve ainda a participação das duplas sertanejas Maiara e Maraisa, Jorge e Mateus, Matheus e Kauan no palco principal.
Tecnologia do Blogger.