Propagar ódio e mentiras na internet, e ainda de forma anônima é crime.

Se esconder por trás do anonimato, para tentar macular a imagem de alguém é crime, veja o que diz a LEI. A Constituição Federal, sale em seu artigo 5º, troche inciso IV, dispõe que é livre a manifestação do pensamento, sendo vedado o anonimato.

Assim como é crime, propagar ódio, e a discórdia na internet, principalmente vindo de pessoas que se dizem ser “servas de Deus”, ou outras que dizem ser  “pastores evangélicos”.

Agindo assim, esses falsos profetas, só envergonha cada vez mais uma classe que a cada dia vem perdendo a credibilidade junto a maioria da população.

Quando aqui falamos ser contra pastores ou padres entrar no campo da politica partidária, estávamos falando do que é real e notório em todo Brasil. Entenda o caso, 99.99% das lideranças religiosas que deixa de pastorear suas “ovelhas”, e partem para o campo politico, se eleitos, corrompem ou se deixa corromper.

Já outros, parte para a baixaria, incentivando ou aceitando que seu comandados propague mentiras, ódio e difamação contra grupos políticos rivais, para tentar alcançar seu objetivos políticos. 

Por tanto, é bom que se diga que o lugar do verdadeiro servo de Deus, é estar ao lado dos membros de sua denominação, ensinando a  verdadeira palavra de Deus, esquecendo essa obsessão ´pelo dizimo,  ensinando os bons costumes, o amor entre as pessoas.
Tecnologia do Blogger.