Dividido, PT adia escolha de novo líder na Câmara

Dois nomes permanecem na disputa. José Guimarães (CE) tem apoio do governo, enquanto Jilmar Tatto (SP), do presidente da Casa, Marco Maia

Guimarães (E) observa Vaccarezza ouvir deputado no plenário: "Esse período é para chegar a uma unidade"
Maior bancada da Câmara, com 85 deputados, o PT vai entrar na primeira semana do semestre legislativo sem a definição de quem será seu novo líder. As articulações para a escolha, que começaram no fim do ano passado, foram adiadas para 7 de fevereiro. Até lá, uma comissão formada por petistas terá a missão de conseguir unir os deputados em torno de um dos dois nomes que permanecem na disputa: Jilmar Tatto (PT-SP) e José Guimarães (PT-CE).
Tecnologia do Blogger.