2 de setembro de 2016

EM AÇAILÂNDIA PESQUISA ELEITORAL ENCOMENDADA PELO JORNAL O PROGRESSO É MANTIDA EM SIGILO ABSOLUTO

Uma pesquisa realizada pelo Instituto Gauss, encomendada pelo jornal o Progresso de Imperatriz, sobre as eleições municipais de 2016 em Açailândia, vem causando apreensão por parte da população do município, devido à mesma ter sido mantida em sigilo absoluto.

Segundo o site do TSE veja  Clic Aqui, a mesma foi realizada entre os dias 19 e 20/08 /2016,  e ouviu 500 entrevistados, foi registrada sobre o Nº MA-09137/2016 registrada na justiça eleitoral em 22/08/2016. 

Segundo informações obtidas junto ao site da justiça eleitoral, o jornal pagou pela pesquisa o valor de R$ 8.000.00 (oito mil reais) conforme copia diz na nota fiscal.

As perguntas que não querem se calar: qual foi o motivo da pesquisa ter sido mantida em sigilo? E a quem interessa não torna-la publica? Pois hoje já são 02/09/2016 e até o momento ninguém tem conhecimento da mesma.


Com a palavra o jornal o progresso.

Veja abaixo os dados original da mesma retirado do site do TSE.



Visualizar Pesquisa Eleitoral - MA-09137/2016
Número de identificação:
MA-09137/2016
Data de registro:
22/08/2016
Cargo(s):
Prefeito, Vereador
Data de divulgação:
28/08/2016
Empresa contratada/ Nome Fantasia:
CNPJ: 01338700000153 - INST GAUSS DE PESQ SOCIAIS ECON E DE OPINIAO PUB LTDA - ME / INSTITUTO GAUSS
Eleição:
Eleições Municipais 2016
Entrevistados:
500
Data de início da pesquisa:
19/08/2016
Data de término da pesquisa:
20/08/2016
Estatístico responsável:
João Soares de Araujo Neto
Registro do estatístico no CONRE:
6892
Valor:
R$ 8.000,00
Contratante é a própria empresa?
Não

Contratante(s):
Descrição: http://inter01.tse.jus.br/pesqele-publico/javax.faces.resource/spacer/dot_clear.gif.xhtml?ln=primefaces&v=5.1CPF/CNPJ: 12164927000146 - JORNAL O PROGRESSO LTDA - EPP / O PROGRESSO Origem do Recurso: (Recursos próprios)
Pagante(s) do trabalho:
Descrição: http://inter01.tse.jus.br/pesqele-publico/javax.faces.resource/spacer/dot_clear.gif.xhtml?ln=primefaces&v=5.1

Metodologia de pesquisa:
METODOLOGIA: A realização da pesquisa será na cidade de Açailândia-MA. O trabalho de campo é realizado com duas equipes de Pesquisadores treinados, qualificados e acompanhados por um Coordenador de Pesquisas. PERÍODO DA REALIZAÇÃO DA PESQUISA: 19 à 20 de Agosto 2016.

Plano amostral e ponderação quanto a sexo, idade, grau de instrução e nível econômico do entrevistado; intervalo de confiança e margem de erro:
PLANO AMOSTRAL: 500 (quinhentas) amostras. PONDERAÇÃO: SEXO: A pesquisa será dividida entre 50% masculino e 50% feminino. IDADE: 20% para 16 a 25 anos, 27% para 26 a 35 anos, 40% para 36 a 50 anos, 13% para mais de 50 anos. ESCOLARIDADE: será dividida entre: 13% para analfabeto até a 4ª, 40% para 1º grau, 38% para 2° grau e 9% para Superior. NÍVEL ECONÔMICO: será dividida entre: 38% para até 1 salário mínimo, 45% para 1 a 2 salários mínimos, 12% para 3 a 5 salários mínimos e 5% para mais de 5 salários mínimos. ÁREA FÍSICA DE REALIZAÇÃO DO TRABALHO: O trabalho será realizado na cidade de Açailândia-MA. INTERVALO DE CONFIANÇA: Considerando um grau de confiança de 95% MARGEM DE ERROS: É de 3 pontos percentuais para mais ou para menos.

Sistema interno de controle e verificação, conferência e fiscalização da coleta de dados e do trabalho de campo:
SISTEMA DE CONTROLE INTERNO : Será realizado um controle de distribuição de amostras para cidade de Açailândia-MA, de acordo com o eleitorado. VERIFICAÇÃO: Será verificados 20% dos questionários a serem aplicados na pesquisa de campo. CONFERÊNCIA: Será conferida e fiscalizada por um Estatística responsável pela pesquisa. FISCALIZAÇÃO DA COLETA DE DADOS E TRABALHO DE CAMPO: Tem como acompanhamento por um coordenador de pesquisas para fiscalização das coletas e conferência. TRABALHO DE CAMPO: Tem acompanhamento por um coordenador de pesquisas e dimensionando a área geográfica da cidade a ser pesquisada.

Dados relativos aos municípios e bairros abrangidos pela pesquisa. Na ausência de delimitação do bairro, será identificada a área em que foi realizada a pesquisa(conforme §6º. do art. 2º. da Resolução-TSE nº. 23.453/2015, Até o sétimo dia seguinte ao registro da pesquisa, será ele complementado com os dados relativos aos bairros abrangidos; na ausência de delimitação do bairro, será identificada a área em que foi realizada):
MUNICÍPIO ABRANGIDO PELA PESQUISA: Açailândia-MA.