7 de julho de 2009

Policiais militares da 2ª CI prendem quadrilha de assaltantes

Após a denúncia do assalto ocorrido na manhã do dia 09/06/09, a Central de Operações da 2ª Companhia PM Independente acionou imediatamente as guarnições policiais para realizarem o cerco e a perseguição ao bando, porém não conseguiu de imediato prender os acusados. O serviço de inteligência da Polícia Militar, sob o comando do Cap. QOPM Cristiano dos Santos Gonçalves, continuou com os trabalhos de investigação e nesta segunda-feira (29/06/09) conseguiu localizar um dos envolvidos conhecido por Antonio Doriel Santos Vieira, e através dele foram ao encalço dos outros assaltantes.

Welton Lima

José Pereira de Sousa

Francisco das Chagas Dantas Bezerra

Edson Ferreira dos Santos Filho

Josivan da Silva Santos

O assalto ocorrera na residência do Sr. Gonzaga, que é proprietário de uma importante revendedora de móveis na cidade de Bacabal.Os assaltantes eram em número de 6 (seis) e identificados como: Welton Lima de Almeida, 26 anos; José Pereira de Sousa (Zezinho), 39 anos; Francisco das Chagas Bezerra, 32 anos; Edson Ferreira dos Santos, 36 anos, todos residentes na cidade de Açailândia-MA e mais: Josivan da Silva Santos (Cuecão), 29 anos, além de Antonio Doriel Santos Vieira, 28 anos, ambos residentes em Bacabal-MA, que armados com dois revólveres calibre 38 anunciaram o assalto à vítima e lhe subtraíram cerca de R$ 90.000,00 (noventa mil reais) pertencentes à sua empresa.

Doriel foi o primeiro a ser identificado, sendo preso nas imediações da Praça Silva Neto, que fica no centro de Bacabal.Ele afirmou que ajudou o bando fornecendo-lhes a sua residência como local de planejamento e de guarda do veículo Fiat Uno utilizado no assalto. Seus comparsas, que ainda estavam em sua residência, foram cercados pela Polícia Militar com o apoio da Força Tática comandada pelo 1° Ten. QOPM Fábio Aurélio Barros Lobato.

Com eles foram encontrados os dois revólveres, sendo que um estava com a numeração raspada, que possivelmente foram utilizados no assalto e onze munições intactas.Cuecão foi quem organizou a ação criminosa e ainda ofereceu a Doriel R$ 900,00 pelo serviço prestado. Cuecão foi preso pouco depois na Rua 28 de Julho pela guarnição da FT.

Todos foram conduzidos ao 1º Distrito Policial para os procedimentos legais a serem adotados pela Polícia Judiciária.

fonte tribuna do maranhao

--- ---