Rebeldes líbios dizem que capturaram Gaddafi

Líder rebelde diz que ex-ditador líbio estava muito ferido, mas respirando
Do R7, com agências internacionais

Sirte tomadaAhmad al Rubaye/AFP
Rebeldes comemoram a tomada de Sirte - cidade-natal do ex-ditador líbio Muammar Gaddafi (que foi capturado logo depois)


O ex-ditador da Líbia Muammar Gaddafi foi capturado nesta quinta-feira (20) após quase três meses de sua queda do poder (ele foi tirado do governo no fim de agosto), segundo informações do CNT (Conselho Nacional de Transição), divulgadas por uma rede líbia de TV.
Os rebeldes revelaram que Gaddafi foi capturado vivo em Sirte, cidade natal do ex-ditador. Segundo o CNT, Gaddafi levou tiros nas pernas. Uma emissora líbia de TV, no entanto, negou, pouco depois do anúncio do CNT, que o ex-ditador tivesse sido capturado.
"Ele foi capturado. Ele está muito ferido, mas ainda está respirando", afirmou Mohamed Leith.
O comandante do CNT afirmou que viu Gaddafi e que o ex-ditador estava vestido com uniforme cáqui e um turbante.
O canal de TV Libya lil Ahrar também informou a prisão de Gaddafi.
Outra autoridade do CNT, Abdel Majid, também disse que o ex-ditador foi ferido nas duas pernas.
"Ele foi capturado. Ele está ferido nas duas pernas [...] Ele foi levado pela ambulância", disse o oficial de alta patente do CNT à agência de notícias Reuters por telefone.
Aboubakr Younès Jaber, ministro da Defesa do regime deposto de Gaddafi, foi morto em Sirte, indicou nesta quinta-feira um médico à AFP.
O médico Abdou Raouf afirmou ter "identificado o corpo de Aboubakr Younès Jaber", levado na manhã de hoje para o hospital de campanha de Sirte.
Tecnologia do Blogger.