Grampo da Lava Jato flagra conversa de Lula e executivo da Odebrecht


A conversa de Lula com o executivo da Odebrecht Alexandrino de Salles Alencar é apenas mais uma prova de que o ex-presidente está envolvido até o pescoço com as irregularidades da Odebrecht. A PF informa que não grampeou o ex-presidente. DE fato, os investigadores monitoravam os contatos do executivo da empreiteira quando a conversa abaixo foi gravada. A transcrição divulgada pela Polícia Federal é apenas uma pequena degustação do que vem por ai.
A polícia Federal destaca a preocupação de Lula com ‘assuntos BNDES’. Através da transcrição da conversa, é possível perceber o respeito (e o temor) de Lula em relação à Emílio Odebrecht. Tanto ele quanto Alexandrino parecem ansiosos por agradar o “chefe”. Lula parece ainda preocupado com  a “aparência” dos negócios envolvendo o BNDES perante a mídia.
Alexandrino alerta para a necessidade de acertar um “posicionamento” junto à Lula. Certamente em referência à combinar algo ou afinar declarações relacionadas à Lula, o governo, o BNDES e a Odebrecht. Apenas quatro dias após esta conversa com Lula, Alexandrino Alencar foi preso com o presidente da maior empreiteira do País, Marcelo Bahia Odebrecht.
Junte-se à isto a ameaça feita pelo pai de Marcelo Odebrecht sobre a possibilidade do filho ser preso: “Terão de construir mais 3 celas: para mim, Lula e Dilma”, ameaçou.  Quem duvidar que debaixo deste angu tem caroço vai se engasgar em breve.
Tecnologia do Blogger.