13 de setembro de 2016

EM PORTO FRANCO GRÁVIDA É AMEAÇADA POR IRMÂ DO PREFEITO ANDERSINHO (PDT).

Em Porto Franco, Carolina Marinho Cruz grávida de oito meses denuncia partidários do prefeito e candidato a reeleição Andersinho (PDT), por abuso de poder e crime de coação. 

Segundo Carolina, uma Irmâ do prefeito Andersinho (PDT), identificada como Irleme Marinho, teria ido até sua residência pedir seu voto para o Irmão, e diante da negativa  a mesma foi ameaçada por coação, e abuso de poder. 
De acordo com o depoimento da grávida, pelo fato da mesma dizer que já teria seu voto definido em outro candidato, a irmã do gestor em tom ameaçador disse o seguinte: “Você sabe que vai depender da gente né, para está criança que está esperando, vejo você direto no hospital, cuidado que você vai depender de nós”. 

Diante da arrogância, prepotência, e abuso de poder, alem da tentativa de coação por parte da Irmâ do prefeito, Carolina pediu que a mesma  se retirasse de imediato de sua residência.
Veja o  video e o  depoimento de Carolina em sua rede social.

Carolina Marinho Cruz
Boa Noite a Todos amigos e amigas do meu Facebook. Hoje pela tarde na data de : 08/09/2016, veio em minha Residência um pessoal pedir meu Voto , conheço os mesmo de vista . Pois bem ,perguntaram se eu já tinha meu candidato a Prefeito e eu claro responde com sinceridade voto no Dr. Nelson no 55 ,duas moças com educação perguntaram o pq? E eu falei que era uma escolha ,que tinha total respeito e admiração por Dr. Nelson ,uma senhora que estava acompanhando elas falou: Você sabe que você vai depender da gente né para está criança que está esperando, vejo você direto no hospital, cuidado que você depende de nós. Foi onde Responde: Como é? Opa vamos lá não misture minha gestação com política não,o Hospital é público vocês têm que me atender por direito eu como qualquer outra cidadã certo , não é assim que se pede voto minha senhora tenha mais respeito e compaixão E tenha Gentileza de se retirar da minha porta agora,talvez você não precise de um hospital público pois tem condições,mais eu como qualquer outra cidadã que mora em Porto-franco tem por direito de ser bem atendida certo , não venha colocar política no meio não Rum,. Caso aconteça algo a mim e minha bebê vou procurar meus direitos por ter respondido a você que voto no Dr. Nelson e vocês não me atenderem naquele Hospital. A Senhora é irmã de Adersinho, já a vi várias vezes no Hospital. Por gentileza Não misturem Uma rede pública com Política ,vou ao hospital quantas vezes eu necessitar e tem por direito de me tratarem bem como qualquer outra pessoa.