DAYANE LIMA NUTRICIONISTA

DAYANE LIMA NUTRICIONISTA

21 de janeiro de 2017

DVDs com imagens de massacre do AM esgotam


"FDN x PCC - O Massacre". Esse não é o nome de um filme de terror trash de ficção, mas o título de um DVD com um compilado de vídeos que circulam na internet com imagens fortes da chacina no Compaj (Complexo Penitenciário Anísio Jobim), em Manaus, que deixou 59 presos mortos no dia 1º.

 O sucesso nas vendas do DVD foi tão grande que já não é mais possível encontrá-lo em barracas e camelôs da capital amazonense. "Na minha banca, como a de todos aqui, tinha mais de dez [DVDs], e acabaram todos no domingo", disse um vendedor no bairro da Compensa, na zona oeste da cidade, que não quis se identificar.
 A reportagem percorreu centros comerciais, com muitos ambulantes, em bairros de toda a cidade, e em todas as bancas o filme já tinha se esgotado. Em geral, o preço varia de R$ 2 a R$ 3, mas pode aumentar, de acordo com a demanda. "Aqui a procura pelo DVD foi tanta que vendi a R$ 5", diz um ambulante no bairro São José, zona leste.
 No bairro Coroado, também na zona leste da capital amazonense, um ambulante informa que estão reabastecendo o estoque. "Hoje chega, patroa! Posso reservar para senhora!", diz.
 Além do DVD com os vídeos, o massacre também ganhou outra mídia. O preso Brayan Bremer, 24, que ficou conhecido após publicar uma selfie ao lado de outros detentos durante a fuga em Manaus, no dia 1º, ganhou um jogo para celular. No "Brayan Break", o jogador precisa ajudar o fugitivo a pular muros, passando por alguns obstáculos. O aplicativo já tem mais de 10 mil downloads no Play Store, loja de aplicativos para Android.
(FolhaPress)